Nunca abandonei meu chão

Publicado em 21 de agosto de 2007

Eita! Tempos bons quando a gente ficava das 10 da noite às 7 da manhã, com um violão nos braços, conspirando, sob o som gostoso de Vandré:

No terreiro lá de casa
Não se varre com vassoura
Varre com ponta de sabre
Bala de metralhadora.