Noves fora, nada

Publicado em 2 de dezembro de 2011

 

 

À avaliação que o poster teve do debate da RBA , o raciocínio do deputado blogueiro Parsifal Pontes trafega em linha semelhante:  os debatadores do Sim e do Não nada esclareceram sobre pontos que o paraense quer saber para tirar suas dúvidas.

Um trecho do pensamento de Parsifal:

 

O debate entre as frentes pró e contra a divisão do Pará nada esclareceu sobre o objeto a que se deveria propor. Os debatedores se comportaram como se estivessem sobre um palanque, sofregamente angariando votos para as suas respectivas tulhas.

Nem um dos participantes respondeu às perguntas do outro, preferindo, à guisa de respostas, réplicas e tréplicas, debulhar mais do mesmo: o debate não passou de uma decorada reprise que o bate-boca de todos tem protagonizado.

Impressionou-me a falta de urbanidade e poder argumentativo: os debatedores, literalmente, esculhambaram-se do início ao fim, beirando as falas a impropérios mútuos.

Infelizmente o objeto do plebiscito travestiu-se em tentativas de um pegar o outro na esquina: sofrível.

 

Para ler o post completo.