Hiroshi Bogéa On line

No “rabo da fila”, Marabá decepciona na avaliação de sua gestão fiscal

Marabá, mais uma vez, revela-se no rabo da fila, como se diz popularmente, na avaliação anual de medição da responsabilidade administrativa dos municípios brasileiros.

Divulgado o Índice Firjan de Gestão Fiscal, tendo como ano base 2016, a terrinha aparece em 36º lugar, no Estado do Pará

Para contribuir com uma gestão pública eficiente, o Sistema FIRJAN desenvolveu o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF), ferramenta de controle social que tem como objetivo estimular a cultura e maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios, bem como o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos.

O IFGF é formado por cinco indicadores: receita própria, gastos com pessoal, investimentos, liquidez e custo da dívida.

Ou seja, ao aparecer em 36º lugar, Marabá carrega o peso de ser mal administrada em todos os itens de avaliação.

O pujante município pólo do Sul e Sudeste do Estado tem avaliação fiscal pior do que Água Azul do Norte, São Félix do Xingu, Anapu, Ourém, Primavera, São Domingos do Araguaia, Santa Maria das Barreiras, Ulianópolis, Santa Bárbara do Pará, Terra Santa, Peixe-Boi, Senador José Porfírio, Acará, Viseu, Sapucaia, Novo Repartimento, Piçarra, apenas para citar alguns.

Lastimável!

A seguir, o ranking do Índice Firjan de Gestão Fiscal 2016, priorizando apenas  36 municípios paraenses, pela sequencia de desempenho – tendo Marabá na “rabeira”

Se você quiser saber a posição de seu município, não encontrado na lista acima, clik AQUI.

Post de 

5 Comentários

  1. Luiz Gonzaga Oliveira de Almeida

    26 de agosto de 2017 - 01:03 - 1:03
    Reply

    Será que os nobres colegas críticos que odeiam o prefeito Tião Miranda por natureza não observaram que o levantamento é referente a 2016? Tião era prefeito em 2016? para podermos “descer o cacete” no atual gestor precisamos ver o levantamento referente a 2017, seu primeiro ano de mandato! duvido que a situação será a mesma. O prefeito atual é e sempre foi responsável com a arrecadação e aplicação dos recursos públicos! gostem ou não disso! Sou professor da rede municipal de ensino de Marabá e também estou sofrendo com as mudanças ocorridas em nosso Plano de Carreira. Mas não podemos ser injustos em responsabilizar o mesmo por levantamentos que mostram negatividade em 2016, quando o prefeito era João salame Neto!

  2. Servidor público

    18 de agosto de 2017 - 14:29 - 14:29
    Reply

    Tá economizando nas costas do servidor mais n corta na própria carne reduzindo o pessoal COMISSIONADOS isso sem falar no tal de SECRETÁRIO ADJUNTO, criado na gestão do MM p nd fazer!
    Tião devolve os 10% de insalubridade que foi retirado contrariando o projeto aprovado pela CMM!
    Isso foi um assalto e a CMM deveria revogar esse projeto pois poderes p isso a CMM tem.

  3. EDIVALDO VIANA

    16 de agosto de 2017 - 19:01 - 19:01
    Reply

    E oque tá economizando nas costas dos servidores e o dinheiro dos minérios que a vale paga. ah tá tadeu o gato comeu.

  4. EDIVALDO VIANA

    16 de agosto de 2017 - 18:59 - 18:59
    Reply

    Me engana que eu gosto rindo até esse governo e seus aliados irem pro céu…..sahhhhhhh aakkkkkkkkkkk

  5. Eduardo

    16 de agosto de 2017 - 15:03 - 15:03
    Reply

    Esse levantamento é uma farsa, ou pelo menos foi mal feito, pois existem municípios que estão em melhor colocação, e não possuem se quer um setor de arrecadação de tributos, pois não sabem cobrar o ISS, e nem cobram o IPTU para não desagradar os eleitores dos municípios, principalmente os menores, quanto mais uma gestão de tributos.

    Não vamos longe, na lista acima aparece São Domingos do Araguaia, agora faz uma visita na secretaria de finanças e consulta o que eles arrecadam, agora vai na secretaria de finanças de Marabá e observar os valores arrecadados.

    Agora se a gestão trata das receitas e despesas, então não é uma lista de deficiência na gestão de tributos, e uma pesquisa em cima do que se arrecada e do que se gasta, aí sim, com as despesas do município de Marabá, certamente está fica em último, ou pelo menos ficava, após a redução dos gastos com a folha de pagamento.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *