Hiroshi Bogéa On line

No olho do furacão

Se o conselheiro Alcides Alcântara omitir nomes das prefeituras que participam das relações promíscuas com auditores do TCM, de nada adiantará sua presença na sessão. A corrupção passa por aí. Existem corruptos porque a lista de corruptores é maior.
No Sul do Pará, o rosário de bandalheiras é rezado, principalmente, nos gabinetes das maiores prefeituras.

Post de 

1 Comentário

  1. Hiroshi Bogéa

    25 de setembro de 2007 - 01:32 - 1:32
    Reply

    Recusei teu comentário por citares nomes de prefeitos supostamente corruptos -, sem provas. Não sai!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *