Hiroshi Bogéa On line

Ninguém sabe quem fica no lugar de Guerreiro

 

Quem assumirá, na Assembleia Legislativa, a vaga do deputado Gabriel Guerreiro (PV), que teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral?

A situação está igual a musiquinha “Conceição”: ninguém sabe, ninguém viu.

O impasse  está em saber quem é o suplente apto a assumir o cargo.

O  primeiro suplente, o sindicalista José Francisco de Jesus Pantoja Pereira, o Zé Francisco, foi eleito pelo PV, mas migrou para o PMN. Se em tese ocorreu a infidelidade partidária e neste sentido a Justiça Eleitoral já pacificou que o mandato pertence ao partido e não aos candidatos, por outro, nem o partido e nem o suplente seguinte questionaram a migração partidária em tempo hábil.

O mesmo ocorreu com o segundo e o terceiro suplente, o ex-deputado Deley Santos e o vereador de Belém Orlando Reis, respectivamente, que também se elegeram pelo PV, mas mudaram de partido. Caso a fidelidade partidária seja observada como critério para posse, o cargo ficará com outro suplente, Mário Penteado, de Canaã dos Carajás.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *