Hiroshi Bogéa On line

Nelore & Açucar

Com a exclusão da Amazônia e do Pantanal do Zoneamento Agrícola do governo, que define áreas ao cultivo da cana de açúcar, os investimentos de Daniel Dantas no Sul do Pará irão para o espaço? Essa pergunta se justifica considerando os mais de 25 mil alqueires de terras adquiridas pelo dono do grupo Oportunitty na região. Hoje ele é dono de fazendas em Marabá, Sapucaia, Xinguara, Tucumã, Água Azul e São Félix do Xingu. Recente edição da revista Exame citou os investimentos de Dantas no Pará com objetivo de implantar usinas de etanol para aproveitamento de extensas áreas a serem plantadas. Também não se deve esconder que o Oportunitty possui hoje mais de 300 mil cabeças de gado nas terras adquiridas, com aplicação de recursos em novas tecnologias para melhoramento genético. O mais provável é que Daniel Dantas pretenda diversificar na produção de álcool e criação de gado.

Post de 

1 Comentário

  1. Val-André Mutran

    18 de julho de 2007 - 20:50 - 20:50
    Reply

    Essa proibição do Governo é para inglês ver.

    No Acre um grande grupo empresarial (GRupo Farias), produz açucar e etanol de vento e pôpa, assim como, a Pagrisa em Ulianópolis o faz.

    Essa declaração do ministro da Agricultura Reinhold Stephanes, não se sustenta.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *