Não resolve

Publicado em 15 de agosto de 2007

Agente qualificado do setor de inteligência da Polícia Civil do Tocantins, em contato com o blog, elogia a cessão de doze novas viaturas para o Comando de Policiamento Regional 2, com sede em Marabá, responsável pelo gerenciamento de operações em 30 municípios, mas garante que isso não fortalece o enfrentamento da violência. “É preciso mapear e monitorar previamente, através da Inteligência coordenada das policias Civil e Militar, os núcleos de atuação dos bandidos, para posteriormente o patrulhamento percorrer as cidades sabendo por que está ali. Com isso, se gasta menos combustível, menos esforço físico e o Estado sabe o que está verdadeiramente fazendo nas ruas”, diz.
A fonte garante que os recursos de tecnologia disponíveis e treinamento moderno dos quadros permitem o mapeamento das áreas densamente percorridas pela bandidagem.