Não precisa disso

Publicado em 19 de fevereiro de 2010

Talvez a governadora do Estado ainda não saiba.

Os médicos legistas de Marabá estão a cinco meses sem receber seus salários.

Resultado: desmotivados, eles iniciaram espécie de greve branca faltando ao serviço, atitude que tem provocado o acúmulo de corpos em geladeiras aguardando a realização de autópsias para liberação, e a insatisfação de familiares enlutados..

Há casos registrados de cadáveres “estocados” por mais de dois dias, no aguardo de procedimentos legisltas.

Se a grana dos salários atrasados não´sair nas próximas horas, o IML de Marabá pára.

Tipo de desgaste do governo desnecessário.