Hiroshi Bogéa On line

Não habemus candidato

Já foi anunciada a primeira desistência de pré-candidatura ao governo do Pará.

O senador Mário Couto comunicou à direção nacional do PSDB a retirada de sua pretensão de disputar a sucessão de Ana Júlia, num gesto, segundo ele, de busca da  unidade partidária.

Durante a reunião de ontem no gabinete do senador Tasso Jereissati, em Brasília, diante de Ségio Guerra, presidente nacional da legenda, e do senador Flexa Ribeiro, os dois pré-candidatos restantes, Almir Gabriel e Simão Jatene, não chegaram a um consenso.

Mas Almir Gabriel, consciente de que a executiva nacional tucana, cuisadosamente para não lhe ferir suscetibilidade, simpatiza pela escolha de Jatene, de cara fechada todo tempo, impôs seu nome e sugeriu Jatene na chapa, como vice.

O último governador tucano do Pará foi claro ao declarar que a intenção de candidatar-se ao governo é resultado do apelo da militância do PSDB no Estado e de políticos com mandato, razão pela qual ele não busca cargos.  Com isso, foi dado um não à proposta de Almir.

Depois de duas horas de reunião, Almir Gabriel, do jeito caporreiro que todo mundo conhece, retirou-se do gabinete de Jereissati – deixando a impressão de aborrecimento e fadiga.

Os dois dirigentes nacionais do PSDB sugeriram alguns encontros por todo o dia de hoje com os protagonistas da disputa, visando fechar um acordo, mas o  seguro mesmo é de que a decisão sobre a escolha do candidato oficial tucano à disputa estadual ainda vai demorar dias.

Em verdade, se depender da Executiva nacional peessedebista, o nome de Simão Jatene já teria sido anunciado. A preocupação é em não melindar Almir Gabriel e tê-lo como aliado forte envolvido na disputa.

Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    25 de novembro de 2009 - 02:58 - 2:58
    Reply

    Seria mais sensata a candidatura do Almir Gabriel, uma vez que o Jatene foi o governador mais apático para a regição Sul do Pará. Lembro-me ainda com muita indignação quando aquele insensível esteve em Marabá no período da cheia dos rios e ele não trouxe um sentavo. Ficou falando de união do povo, bla…bla…bla… Nessas horas o povo precisa é de ajuda (limento, roupa, água potável e outros). Mas o pescador Janete não tinha dimensão da gravidade do problema e ficou só com palavras, antes não tivesse gastado querosene para vir no avião do estado de Belém até Marabá. Quem vive pescando, não tem tempopra nada, quanto mais para governar o estado.

  2. Blog do Milton Faria

    23 de novembro de 2009 - 21:26 - 21:26
    Reply

    E quem deve estar decepcionado com o afastamento de Mario Couto é Demetrio Ribeiro que sonhava com o Senado depois do côco.

  3. Anonymous

    19 de novembro de 2009 - 21:20 - 21:20
    Reply

    Chapa certa pra vencer as eleições: Governador: Simão Jatene, Vice Governador: Valéria Pires Franco
    Senador: Jader Barbalho
    é só correr pro abraço.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *