Hiroshi Bogéa On line

Não está na hora de reformulação total no Águia?

 

 

Passado mais um Campeonato Paraense com o Águia morrendo antes de chegar à praia, perguntinha sincera: – não é hora de Sebastião Ferreira e João Galvão fazerem reflexão da necessidade de se reformular tudo?

A começar pelo próprio Galvão, dedicado treinador e apaixonado pelo time.

Como a Série C do Brasileiro não exigirá de cada clube o ônus de todas as despesas da competição considerando que a CBF arcará com transporte, hospedagem e até custos de arbitragem, o Águia poderia partir para a contratação de um novo treinador para tonificar de novos ares a equipe.

Essa decisão poderia partir do próprio Galvão, pelo amor que sempre nutriu pelo time – seguindo exemplo de desprendimento do treinador do Barcelona, Pep Guardiola, ao anunciar seu desligamento da comissão técnica vencedora por quatro anos seguidos.

Guardiola poderia permanecer no bem-bom de seu milionário salário com garantia de mais dois anos oferecida pela presidência do time catalão, mas sentiu a hora exata de afastar-se do desgaste inevitável.

João Galvão poderia assumir a Gerência de Futebol, emprestando sua experiência e devoção  à  uma campanha positiva no campeonato nacional, que este ano terá nova fórmula de disputa, bem mais dificil e com mais probabilidade do clube cair de divisão, caso não tenha boa performance na competição.

Post de 

11 Comentários

  1. anonimo

    2 de maio de 2012 - 08:49 - 8:49
    Reply

    Ja ouve sim, uma mudança profunda na diretoria do Águia saiu o Francisco e entrou o Chico, de Mano a Mano o Águia vai se quebrando.

  2. anônimo

    1 de maio de 2012 - 14:21 - 14:21
    Reply

    Desportistas, no meu comentário das 22:33h, procurei ser o mais objetivo
    possivel, quando o tema envolve ( sempre nos finais de campeonato ), os Srs. Ferreirinha e Galvão. Portanto, reitero o que disse, ninguém, mais ninguém mesmo meus amigos aperece na hora do pega pra capar. Portanto, continuem firmes Srs. dirigentes, que o nosso Águia ( nome este consagrado com muito sacrificio pelos abnegados Ferreirinha e Galvão ), já, para o desespero de uma meia dúzia, é respeitado pelos desportistas Paraenses. ´Continuem sendo persistentes ! Vamos, súbir para série B !

  3. anonimo

    1 de maio de 2012 - 10:49 - 10:49
    Reply

    Vasco o eterno vice

  4. Anônimo

    1 de maio de 2012 - 10:32 - 10:32
    Reply

    Todo time de futebol tem o Seu Eurico Miranda, assim acontecia com o Vasco da Gama. O Eurico era o Deus salvador da pátria, até os Portugueses acreditavam nisso. Um belo dia resolveram mudar e o roberto Dinamite foi eleito. Se o Vasco mudou pra melhor ou pra pior, tirem suas conclusões.

  5. Luis Sergio Anders Cavalcante

    1 de maio de 2012 - 10:05 - 10:05
    Reply

    Concordo até certo ponto, com os das 22:33 e 00:06 hs. no que tange á parte administrativa do clube. Se gostam de permanecer nesse “chove não molha” do Águia, todos os anos, é problema de vocês. A grande maioria da torcida já cansou de “vice” de turno, do campeonato, “quase” consegue a vaga para a Série B. Porquê não dar vez à um treinador de verdade ? O Galvão não tem conseguido ir além disso citado acima. É consenso, menos entre eles(Ferreirinha e Galvão) O brasileiro desse ano as despesas estão sendo bancadas pela CBF, então temos condições financeiras sim, de trazer um técnico com salario razoavel. O elenco para o brasileiro será de razoavel prá bom, assim que cheguem todos os reforços, salvo algumas poucas exceções do atual plantel. Entendo o conformismo de vocês mas não aceito a mesmice anual do Águia. Em 01.05.12, Marabá-PA.

  6. anonimo

    1 de maio de 2012 - 00:06 - 0:06
    Reply

    Sou torcedor e não perco nenhum jogo doAguia no Zinho Oliveira e acho que o trabalho do Galvão e Ferreira esta no caminho certo.
    O Aguia e tratado como empresa responsavel e so coloca os mãos onde pode alcançar diferentemente dos irresponsaveis la de Belem que não se importam em rebentar financeiramente o clube pois para eles o importante
    e ganhar titulos não se importando com os titulos protestados.

  7. anônimo

    30 de abril de 2012 - 22:33 - 22:33
    Reply

    Aos colegas comentáristas :
    O Águia, ao sucumbir, diante das ultimas decisões em que participou, surgem as manifestações de descontentamentos com o tecnico Galvão e o Pres. Ferreirinha, por parte de alguns ” torcedores ” e daqueles, que de forma oculta, conspiram para sacarem do comando do Aguia o Ferreirinha. Isso, são fatos, que por tal não se questiona. Agora, temos que dá a Cesar o que é de Cesar : Na hora do pega pracapar mano velho, nenhum deles ( ocultos ) aparecem para pegar a BATATA QUENTE. Aí, temos que reconhecer a coragem do Ferreirinha, que dentre as muitas situações de baixa do Time, sempre assumiu de frente as dividas contraidas em decorencias do processo que envolve o nosso Futebol. Diante, do que conheço, ainda prefiro o GALVÃO E O FERREIRINHA, por não só gostarem do que fazem, mais, por serem apaixonados pelo Águia. Continuem firmes, não se deixem abaterem por quem não oferecem nada de bom para o nosso futebol. Vou, torcer muito para subirmos para série B. Boa sorte na série C.

  8. Paulo Pereira

    30 de abril de 2012 - 13:24 - 13:24
    Reply

    Caro jornalista Hiroshy Bogea.

    Já é hora e até tardia, do João Galvão parar de brincar de ser treinador.Já é hora, também, de transformar o Aguia em clube e não tê-lo, apenas, como time de futebol, dando-lhe uma diretoria, completa e tudo o mais que compõe a estrutura de um clube.O Aguia só chegou até onde foi, por méritos do ótimo elenco que possui, pois se fosse por estratégia e treinamentos do “técnico” jamais chegaria.O Ferreirinha até pode ficar, porém, não mais como plenipotenciário e vitalicio presidente, mas sim com um mandato a cumprir e dividindo as atribuições com a diretoria.

  9. anonimo

    30 de abril de 2012 - 11:50 - 11:50
    Reply

    Antes o Ferreirinha tinha a maior cara de pau de sair falando que o o Aguia só não era campeão porque o Tião não ajudava, li dando o que ele queria, pelo que eu saiba o Tião nunca jogou nem peteca.

  10. Luis Sergio Anders Cavalcante

    30 de abril de 2012 - 11:08 - 11:08
    Reply

    Amigos, à isso, dá-se o nome de bom-senso. Predicado que ambos – Ferreirinha e Galvão – têem. Só faltando colocar em prática. Ora, é lógica simples, ano a ano o Águia tem chegado às decisões e não ganha. Algo está faltando. A torcida já tem se manifestado pela saída, principalmente do Galvão como técnico do time. Mesmo considerando que cada torcedor é um técnico, há muito se fala em dispensar alguns jogadores do elenco que já não atendem à demanda das competições que o clube participa. Aí, novamente, algumas sugestões : Goleiros, trazer novamente Marcelo Cruz manter Allan e Miro, zagueiros de área, manter Roberto e Bernardo, dispensar Charles e Edkléber e contratar outros 2 zagueiros com maior estatura. Meias de criação, manter Flamel, dispensar Diego- Biro, contratar mais 2 . Atacantes, dispensar os excedentes Sató etc…, manter Branco, Valdanes, Wando e contratar mais dois (longilíneos) para referencia na grande área. Em 30.04.12, Marabá-PA.

  11. Aguiano chateado!

    30 de abril de 2012 - 09:57 - 9:57
    Reply

    Pelo amor ao futebol, tirem esse treinador do Águia de Marabá.

    Não sei que título esse cara conquistou para permanecer como técnico de um clube de futeblo “profissional” por tanto tempo. É um absurdo essa situação vivenciada pelos torcedores em geral.

    Até mesmo o técnico do Barcelona, Guardiola deixou o clubo por se sentir envergonhado com a desclassificação na liga dos campeos e por não conqusitar o Campeonato Espanhol.

    O técnico do Águia tem de ficar envergonahdo por diversos títulos perdidos, e nesse período já devia ter saído pelo menos umas 4 vezes.

    Espero que as torcidas organizadas combrem de forma mais organizadas a reestruturação desse time, começando pelo técnico, pois de outra forma ficaremos apenas gastando nossos dinheiros para assistir aos jogos e ao final ficar vendo a comemoração dos outros clubes e torcedores.

    É mole.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *