Hiroshi Bogéa On line

Não é bem assim

A coordenação da DS em Marabá enviou e-mail reagindo à nota publicada na coluna que este poster escreve no Diário do Pará. Pelo teor da mesma, o coordenador da subsede do Sintepp no município, Dionísio Gonçalves, é persona non grata até dentro do próprio PT.
A nota será publicada integralmente na coluna, sexta-feira, com seus efeitos inadiáveis.

Post de 

8 Comentários

  1. Anonymous

    14 de setembro de 2007 - 17:22 - 17:22
    Reply

    HIroshi
    só pra recordar, Raul Meirelles saiu do PT a muitos anos, ainda no seu mandato de vereador, e se refugiou no PDT. Não reeleito, montou uma gráfica que se envolveu num escândalo onde mapas do estado foram impressos sob encomenda da SEDUC com fotos de Simão Jatene e Almir Gabriel. À época, Jatene era pré-candidato a governador. Raul Meirelles era presidente do SAAEB no no governo Duciomar. Parece-me que agora é Assessor especial do prefeito.
    Abraços
    Antônio Paraense

  2. Hiroshi Bogéa

    13 de setembro de 2007 - 18:13 - 18:13
    Reply

    Mas esse veneno inteligente, de vez em quando guardado dentro de um “saco de maldades”, é necessário, Bia. Talvez você não tenha entendido a mensagem cifrada. Estou em Belem ate quarta. Telefonarei pra gente se ver. Um beijo querida.

  3. Bia

    13 de setembro de 2007 - 18:01 - 18:01
    Reply

    Peço, de novo, desculpas então,pelo veneno escorrido no meu comentário anterior.

    Acho que não é mesmo do meu feitio ser maldosa assim.

    É que, às vezes, a gente se cansa, companheiro. Cansa e derrapa.

    Abraço.

  4. Hiroshi Bogéa

    13 de setembro de 2007 - 16:59 - 16:59
    Reply

    Sugiro à caríssima comentarista reaprender (se esqueceu a letra) cantarolar o “Tô Voltando” do Chico. Entendeu?!!
    Abraços, bastante misteriosos.
    Rs

  5. Bia

    13 de setembro de 2007 - 15:39 - 15:39
    Reply

    Ei, coração, os problemas não são as “fêmeas poderosas”.

    São os sindicatos mambembes em mãos idem e as correntes-pra-frente, quando perdem de vista o principal objetivo de uma agremiação de classe: não é ser escada de disputa de poder político-partidário.

    Quanto ao professor Dionísio, se é que ele afirma mesmo que está sob a proteção de Edilza, e que isso que garante seu “poder de síndico” – sem ofensa ao Síndico Tim Maia – é bom lembrar que Raul Meireles, ex-vereador aqui da capital e ex-marido da própria, pestá num ostracismo melancólico.

    Ele também se imaginava o rei da cocada. Ou do Bombom de Alho.

    Abração.
    Um pouco venenoso, reconheço.

  6. Hiroshi Bogéa

    13 de setembro de 2007 - 01:44 - 1:44
    Reply

    De tão poderosa conseguiu eleger o rapaz coordenador do Sintepp de Marabá, contra as correntes do Pra Pra Valer e DS locais.
    É mole? Ou o contrário?
    Eh ehe eh

  7. Anonymous

    12 de setembro de 2007 - 18:10 - 18:10
    Reply

    Mas que fêmea poderosa!

  8. Anonymous

    12 de setembro de 2007 - 17:09 - 17:09
    Reply

    O tal do professor Dionisio é moleque de recado do vereador Ferreirinha. Os dois formam dupla de boi de carro que de nada se aproveita. esse professor por onde anda esculhacha com o Ademir Martins, Luiz Carlos, Bernadete e a turma que fundou o PT em Maraba. Tem mais, ele fala para quem quiser ouvir que enquanto estiver namorando com a Edilza Fontes quem manda mesmo no edaço é ele, que terá sua candidatura a vereador referendada pela direçao estadual do PT.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *