“Não” apresenta peças publicitárias

Publicado em 13 de setembro de 2011

 

 

Em primeira mão, o blog repercute as peças da campanha publicitário do Não apresentadas hoje para a imprensa, criadas por um pool de agências de Belém, lideradas pela Griffo.

 

Button Adesivo contra Carajás

 

Button Adesivo contra Tapajós

 

Adesivo carro contra Carajás

 

Adesivo carro contra Tapajós

 

Cartaz - Carajás

 

Cartaz - Tapajós

 

Marca - Carajás

 

Marca - Tapajós

 

 

Atualização às 21:36

 

“Não e não! Ninguém divide o Pará”.  Esta será a marca da campanha contra a criação dos estados de Carajás e Tapajós. O slogan e a logomarca foram apresentados na tarde desta segunda-feira (12), na sede da Associação Comercial do Pará (ACP), pelas duas frentes que atuarão em defesa da integridade territorial do Para. Griffo,Gamma, Galvão e Mendes, quatro das maiores agências de publicidade do Estado, são responsáveis pelo planejamento, criação e produção da campanha. As empresas, que formam o consórcio GGGM não estão cobrando nada pelo serviço.

Orly Bezerra, da Griffo, fez a apresentação do material publicitário. “Veja bem que nós temos aí duas marcas. Uma contra Carajás e outra contra Tapajós. As campanhas vão andar paralelamente uma com a outra. Elas se completam. São feitas assim porque a determinação é que elas sejam independentes: campanha do sim Carajás e sim Carajás e não Carajás e não Tapajós. Mas o objetivo das duas frentes é o mesmo: não pra um e não pra outro”, enfatizou Orly, que explicou ainda como surgiu a idéia do slogan. “O “não e não” é uma forma bem coloquial de se dizer definitivamente “não”. Quando você não quer de jeito nenhum você não diz só um não. Você diz “não e não. Pronto, acabou, basta chega!”. É um chega pra lá.Isso é uma forma definitiva de dizer não à divisão”.

Presidente da Frente contra a criação do Estado de Carajás, Zenaldo Coutinho parabenizou e agradeceu as agências, que se colocaram à disposição dos dois movimentos contrários à divisão. “É importante evidenciar que é o talento paraense que voluntariamente contribuiu para a campanha do não, em oposição à campanha do forasteiro Duda Mendonça. Essa negação da divisão de maneira enfática “não e não”,é também o “não” da razão e o “não” do coração. Não da razão porque sabemos que racionalmente é absolutamente inviável a separação sob o ponto de vista econômico, social e ambiental. E também da nossa paixão. Como paraenses apaixonados pela nossa terra dizemos “não” a divisão”, declarou.

O plebiscito sobre a criação dos estados de Carajás e Tapajós está marcado para o dia 11 de dezembro.

No dia 11 de novembro inicia a propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e televisão, sempre às segundas, terças,quartas e sextas-feiras e aos sábados.