Nada a declarar

Publicado em 17 de novembro de 2006

O simpático gesto do ex-treinador da seleção brasileira de se aliar à prefeitura de Parauapebas na implantação da Fundação Luxemburgo, por mais façamos esforços para exorcizar pensamentos febris, de repente, nos lança àquela situação de vincular um pouco o modus operandi do mundo do futebol com o dia a dia da maioria das prefeituras brasileiras. Há sempre a desconfiança de que tudo aí funciona à base do “por fora”.
Mas que fique bem claro apenas a existência, nesse caso, de uma fixação subreptícia de imagem, construída em nossas mentes ao longo desses tempos de escândalos e algemas gerais.