Na ponta do anzol

Publicado em 2 de março de 2010

Tião Miranda (PTB) e Ítalo Ipojucan (PR), dirigentes maiores do SEBRAE-Pará, serviram de isca de tracajá durante um programa jornalístico do SBT de Marabá.

Os dois receberam fortes críticas dos apresentadores por não “financiarem nenhum projeto voltado aos micro e pequenos empreendedores de Marabá”.

Deixando de lado as críticas endereçadas aos dois dirigentes, é preciso ter cuidado quando o emissor de alguma notícia se descuida da informação correta.

O Sebrae não “financia” ninguém.

A função do órgão, como diz o nome (Serviço Brasileiro de Apoio  às Micro e Pequenas Empresas), é incentivar o empreendedorismo, apontando caminhos e soluções, com o objetivo de facilitar o acesso aos serviços financeiros, à tecnologia e ao mercado, sempre com foco na competitividade empresarial.

O Sebrae orienta a elaboração de projetos.

O “financiamento” é por conta das instituições bancárias.

Pois não?