Hiroshi Bogéa On line

Na ponta do anzol

Tião Miranda (PTB) e Ítalo Ipojucan (PR), dirigentes maiores do SEBRAE-Pará, serviram de isca de tracajá durante um programa jornalístico do SBT de Marabá.

Os dois receberam fortes críticas dos apresentadores por não “financiarem nenhum projeto voltado aos micro e pequenos empreendedores de Marabá”.

Deixando de lado as críticas endereçadas aos dois dirigentes, é preciso ter cuidado quando o emissor de alguma notícia se descuida da informação correta.

O Sebrae não “financia” ninguém.

A função do órgão, como diz o nome (Serviço Brasileiro de Apoio  às Micro e Pequenas Empresas), é incentivar o empreendedorismo, apontando caminhos e soluções, com o objetivo de facilitar o acesso aos serviços financeiros, à tecnologia e ao mercado, sempre com foco na competitividade empresarial.

O Sebrae orienta a elaboração de projetos.

O “financiamento” é por conta das instituições bancárias.

Pois não?

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    6 de março de 2010 - 11:05 - 11:05
    Reply

    HIROSHI.
    Esses dois senhores sempre legislaram em causa próprias, digo porque conheço os dois , veja se alguns deles já favoreceram a alguem pequeno.

  2. Anonymous

    2 de março de 2010 - 21:33 - 21:33
    Reply

    Essas são as genuínas saúvas preguiçosas.

  3. Anonymous

    2 de março de 2010 - 21:31 - 21:31
    Reply

    Realmente não financia e nem deveria. Mas pelo menos que os dois mostrassem a cara e a que vieram. Claro que se Tião sair candidato irá mostrar infinitas realizações diante do Sebrae… esperem para ver.

    Não se sabe até agora o que Tião e Italo fazem no Sebrae, já que os pequenos projetos aqui assistidos pelo Escritório local, me parece, não tem um fio de cabelo deles, dirá o dedo midinho.

    Ao que parece, os dois só fazem mesmo é curtir, enquanto dure, o status que esse cabide oferece.

    No fundo são cargos compensatórios e políticos, já que os mesmos não têm mais nenhum outro mérito para estarem nessa posição.

    Tudo politicagem.

    Acorda Marabá!

  4. Micro Empresario INSATISFEITO

    2 de março de 2010 - 20:40 - 20:40
    Reply

    Entao caro Hiroshi caso fosse o entrevistador eu perguntaria a quais micro,pequenas e médias empresas o SEBRAE/PA incentivou, apoiou, apontou soluçoes e facilitou acesso aos creditos aos bancos que alugam seu dinheiro e no final das contas apresentam lucros absurdos.

    O Sebrae no Pará é uma instituição falida, principalmente em marabá, desprovido de técnicos que ofereçam aos microempresarios um suporte adequado ao seu desenvolvimento e crescimento tecnologico.

    Estamos, nós, microempresarios com o desafio de oferecer serviços a ALPA e não fomos ate agora orientados para como vendermos serviços para empresas que estarão aqui daqui a pouco. Sei que as empresas de MG virao com muito gás trazidas pela VALE e por outras.

    Este Tião e Cia estão somente apoiando e aplicando empreendorismo em causa propria.

    Nós estamos despreparados e vamos continuar na mesmice e ver ou melhor ouvir o apito do trem levando as riquezas de nosso sul do pará.

    Temos que reagir!!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *