Na ponta da periferia

O Fórum Paraense de Competitividade, lançado no meio de semana pela governadora Ana Júlia, ganhou primoroso testemunho oral de Juvêncio Arruda, para quem “não pode ser admitido, francamente, que a metade dos investimentos minerais previstos para todo o Brasil nos próximos tres anos, algo como R$ 23 bilhões, e plataforma de consolidação da Vale à condição de maior empresa mineradora do mundo, seja desacompanhada, no mesmo período de implantação dos projetos, de um macroesforço de descompressão dos alarmantes indicadores sociais da região”.

O texto, no Quinta Emenda, é imperdível.