Na medida certa

Publicado em 5 de dezembro de 2009

O Grupo G do Brasil não é nem fácil nem difícil.

Para o Brasil, é claro.


Porque é impossível para a Coreia do Norte.


É dificílimo para Portugal, de Cristiano Ronaldo.


E Costa do Marfim, de Drogba, que se cuide.


O time de Dunga treinará contra os asiáticos, terá de jogar para valer contra os africanos e decidirá a vida dos europeus. (Juca Kfouri)