Hiroshi Bogéa On line

"Mulheres de 20"

A pré-estréia do documentário Mulheres de 20, nesta segunda-feira, (8), no Atrium Hotel teve platéia lotada, em maioria mulheres que participam do Encontro da Mulher de Parauapebas, evento criado há vinte anos. Mulheres, como as que foram homenageadas prestigiaram a exibição em primeira mão do documentário dirigido por Ivan Oliveira. A noite foi abrilhantada por relatos emocionantes das pioneiras do Encontro no documentário que levou muitas da platéia às lágrimas. Mulheres de 20 aborda a história da construção do evento que se tornou patrimônio cultural de Parauapebas.

A narrativa é reconstruída sob o ponto de vista da memória de pioneiras, que vivem o Encontro desde o primeiro ano com muita emoção, criatividade, determinação e principalmente garra, para vencer a cada ano novos desafios deixando um legado para as próximas gerações.

“A memória é um recurso muito especial para contarmos uma história como esta, que está registrada em pesquisa no meio acadêmico e em especial na história de Parauapebas, porque o município não seria o mesmo sem o Encontro da Mulher, para mim que vi a idéia surgir se tornar realidade e chegar a seu vigésimo ano é mais que uma emoção é a realização do sonho de ver cada mulher assumindo seu papel na sociedade e assim transformando sua história. Mulheres de 20 sem duvida é uma homenagem justa a nós que fazemos de Parauapebas uma cidade mais gostosa de viver. Por isso parabenizo o Ivan Oliveira o Gilson Mesquita e o Edinam Costa que deram seu melhor para contar essa bonita história, afinal ninguém melhor que eles para relatar esses vinte anos, pois além de serem do município são um exemplo que Parauapebas é um celeiro de pessoas com muito talento”, declarou Bel Mesquita.
Fonte: Line Cássia
Post de 

2 Comentários

  1. Ivan Oliveira

    11 de março de 2010 - 20:17 - 20:17
    Reply

    Dirigir este documentário foi muito emocionante, as pessoas precisam conhecer a história dessas mulheres.

    Ivan Oliveira – Diretor "Mulheres de 20"

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *