Hiroshi Bogéa On line

Mudando de camisa

Na semana decisiva, o ex-prefeito Sebastião Miranda (PTB) pediu a quatro vereadores de sua confiança que votassem na chapa do “Grupo dos 7” que elegeu Júlia Rosa (PDT) presidente da Câmara de Marabá. Apenas dois atenderam ao pedido: Miguelito Gomes (PP) e Vanda Américo (PV).

Ronaldo da Yara e a bela vereadora Ismaelka Tavares, ambos do mesmo partido de Miranda – o PTB -, se abstiveram de votar, seguindo orientação de Maurino Magalhães.

A chapa única obteve nove votos.

Post de 

9 Comentários

  1. Anonymous

    9 de janeiro de 2009 - 16:49 - 16:49
    Reply

    Claro que Dever Muito e não ter casa não é parametro…
    O Parametro é ter trabalho e ela tem muito.
    só não ver quem não quer.

    Benedito

  2. Anonymous

    8 de janeiro de 2009 - 01:40 - 1:40
    Reply

    Dever muito e não ter casa para morar não é qualidade nenhuma, demonstra, dentre outras coisas, que a pessoa não honra compromisso financeiro além de não saber administrar sequer sua finança, pois muitas pessoas com renda podem ter casa, mesmo que tenha que abrir mão de carro, jóias etc.

  3. Anonymous

    7 de janeiro de 2009 - 15:05 - 15:05
    Reply

    fiquei comovido agora… He He He (risada ironica). Fala sério Benedito, ela pode não estar rica,mas, é mto bem de vida

  4. Anonymous

    6 de janeiro de 2009 - 19:31 - 19:31
    Reply

    Achar Julia Rosa ingrata é um absurdo… Agora quanto a questão de dever acho que ela não deve nada. A mesa tem que ser independente e isenta de qualquer vinculo com o executivo.

    Ao longo da sua vida publica ela já foi traída, injuriada, difamada.
    E sempre manteve a sua postura séria. um dos poucos politicos que não enricou com a politica. pelo contrario. ela deve muito e não tem casa pra morar.

    Benedito (eleitor da JR)

  5. Anonymous

    6 de janeiro de 2009 - 15:10 - 15:10
    Reply

    pelo desenho que vejo do quadro político de Marabá, já sinto saudades do TM.

  6. Anonymous

    6 de janeiro de 2009 - 12:37 - 12:37
    Reply

    A nobre vereadora Elka, já começou seu mandato enrolada com a prestação de contas. Não basta apenas ter uma carinha boa . Em se tratando de política é preciso leitura de mundo, visão e conhecimentoe acima de tudo, compromisso em cumprir a lei.

  7. Anonymous

    5 de janeiro de 2009 - 20:17 - 20:17
    Reply

    Ela não deve nada ao Tião Miranda, afinal com SETE votos já se elegeria.

  8. Anonymous

    5 de janeiro de 2009 - 14:53 - 14:53
    Reply

    Essa Elka já está mostrando a que veio. Ela foi durante a campanha a queridinha do Tião, com apoio total. Na primeira oportunidade já traiu o seu padrinho pra ficar do lado de quem tá com a caneta na mão. Bem feito pro Tião Miranda.

  9. Anonymous

    5 de janeiro de 2009 - 14:16 - 14:16
    Reply

    É, Julia deve mesmo essa vitória a Miranda. Será que em anos de poder público ainda veremos um gesto de gratidão da nobre presidente?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *