MPF se opõe à desmontagem de galpões da CDP

Publicado em 20 de março de 2012

 


O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à Companhia Docas do Pará que paralise imediatamente as obras de desmontagem dos armazéns 10 e 11 do cais do porto de Belém. A CDP deve apresentar uma resposta à recomendação ainda esta semana.

O MPF instaurou inquérito civil público para apurar a possível interferência da obra na integridade do patrimônio histórico e arquitetônico da cidade. Enquanto o inquérito não for concluído, a CDP foi recomendada a não realizar nenhuma modificação na área do porto.

O procurador da República José Augusto Torres Potiguar está investigando junto ao Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) se a obra afeta prédios e áreas tombadas pela União.

Veja a íntegra da recomendação do MPF à CDP sobre os galpões do porto de Belém: http://bit.ly/Recomendacao_CDP