MPE censura promotor de Marabá

Publicado em 14 de dezembro de 2009

Saiu o relatório do PAD 010/2008 que apurou a agressão do promotor José Luiz  Furtado a sua companheira Maria Odinéia Rodrigues Farias. O processo Administrativo Disciplinar instaurado pelo Ministério Público Estadual concluiu pela culpabilidade do promotor, ratificando informações à época de tiros disparados contra a parceira e outros projéteis espalhados pela residência do casal.

Pela gravidade do caso, a censura do MPE é um presente  natalino que chega às mãos do promotor, corroendo de forma quase ininteligível  sua biografia de autoridade pública instituída para fiscalizar os maus costumes e as práticas criminosas.

Amanhã, na coluna do poster no Diário do Pará, mais detalhes sobre a leve penalidade imposta ao promotor de Marabá, poelo MPE.