Hiroshi Bogéa On line

Mototaxistas recebem coletes

 

Em evento realizado  no Ginásio Poliesportivo Renato Veloso, a Prefeitura de Marabá realizou a entrega de coletes para mototaxistas, conforme informação repassada ao blog pelo presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Emerson de Souza.

Informa também que, em 2010, a Prefeitura de Marabá desenvolveu projeto por meio do qual cadastrou e regularizou o serviço de mototaxi na cidade.

Atualmente, são 700 profissionais cadastrados, explorando o serviço no município.

Emerson de Souza discursou em nome da classe e afirmou que os coletes beneficiarão a categoria,  “e, os pontos cobertos, também já foram orçados e devem ser entregues ainda este ano”.

Prefeito Maurino Magalhães, dirigindo-se aos profissionais, disse que a oferta do transporte de passageiros em veículos de duas rodas (mototáxi) é importante, não somente pela agilidade que oferece, mas principalmente pelo fato de que o meio de transporte  atende perímetros em que as linhas de ônibus ou táxis não alcançam. “A entrega desses coletes a vocês não é um favor que a Prefeitura está fazendo e, sim, uma restituição dos impostos pagos, por vocês mesmos”. Disse.

Na foto, mototaxistas no ginásio Renato Veloso.

 

Post de 

5 Comentários

  1. Anônimo

    24 de junho de 2012 - 15:04 - 15:04
    Reply

    Falou certo seu Luis, o coreto é oficializar para ter o direito de trabalhar.

  2. Luis Sergio Anders Cavalcante

    23 de junho de 2012 - 17:58 - 17:58
    Reply

    Ô das 07:28 hs., essa afirmação sua denota que o meu comentario atingiu o alvo e está correto. Ora, se já estão trabalhando e só agora foi oficializada a autorização, conclui-se que estão clandestinos, ou seja, à luz da Justiça é crime prestar serviço sem autorização oficial do detentor da concessão do serviço. Não sou contra pais de famílias que trabalhem, desde que legalizados estejam. Caso acidentes – fatais ou não – tenham acontecido nesse período, tanto mototaxista quanto passageiro, estavam descobertos legalmente pela legislação em vigor. Essa é uma das preocupações. Mas, pelo visto, e seu próprio depoimento, parece que a única e exclusiva premissa, é ganhar dinheiro, deixando a questão legal de lado, bem como o bem estar do usuário. Passar bem. Em 23.06.12, Marabá-PA.

  3. Anonimo

    23 de junho de 2012 - 07:28 - 7:28
    Reply

    Seu Luis, estes que estão entrando já estão trabalhando em Marabá a anos e são pais de familias,não se esqueça que Marabá cresce a todo dia.se acustume com a evolução.

  4. Luis Sergio Anders Cavalcante

    22 de junho de 2012 - 19:19 - 19:19
    Reply

    Gesto irresponsavel e eleitoreiro. O aumento de licenças para mais mototaxis tende a complicar o já caótico trânsito, aumentando as chances de acidentes, de vez que o famoso DMTU não dispõe de estrutura fiscalizadora condizente com o atual transito local. O alcaide por sua vez, conta com os votos dos mototaxistas e suas famílias. E o povo ? Ora, o povo que se dane. Em 22.06.12, Marabá-PA.

  5. Anonimo

    21 de junho de 2012 - 21:20 - 21:20
    Reply

    Esta classe já possuem pelo menos 500 familias.é os mesmos são formadores de opínião.em uma eleição acirrada faz a diferença.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *