Hiroshi Bogéa On line

Motivo aparente

Dirigentes de entidades sociais de Xinguara enviam e-mail esclarecendo que a interdição da PA-150 foi idealizada unicamente pela Associação Comercial do município com objetivo de pressionar o governo a ceder em algumas reivindicações de interesse da classe. A principal seria a duplicação da rodovia em sua área urbana.

A questão de segurança pública, tema recorrente em quase todas as manifestações, serviu apenas como pano de fundo- informam.

———–

atualização às 14:10

Neste momento (14h00 ), audiência pública reúne em Xinguara o prefeito Davi Passos, os secretários André Faria (Integração Regional), Valdir Ganzer (Setran), Miguel Cunha (diretor de Polícia do Interior) e comunidade. Na pauta, a duplicação da PA-158 (Av. Amazonas). O governo assume alguns compromissos a curto e médio prazo.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    28 de novembro de 2008 - 12:29 - 12:29
    Reply

    Hiroshi, os movimentos sociais, da forma que dão a informação (ou como foi publicada por voce no blog), fica parecendo que a av. Amazonas é do interesse apenas dos comerciantes. Quem mora em Xinguara sabe da importância da obra para toda a comunidade. O problema é que esses ditos “movimentos sociais” só acham importantes as iniciativas que partem deles. O que é liderado pelos outros é sempre menos importante.
    Tanto a questão da segurança, quanto as obras de infra-estrutura prometidas desde o governo Jatene, são essenciais para o desenvolvimento de Xinguara.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *