Hiroshi Bogéa On line

Mortes de bebês na Santa Casa não foram causadas por infecção hospitalar

 

 

A Secretaria de Estado de Saúde Pública e a Fundação Santa Casade Misericórdia do Pará esclareceram   que os 25 óbitos ocorridos na área de Neonatologia da Santa Casa neste mês têm causas diversas, entre as quais síndrome genética, cardiopatia e gastrosquise (intestino exposto), além da prematuridade extrema dos recém-nascidos com baixo peso.

 

As duas autoridades informaram  que grande parte das mulheres que chegam à maternidade do hospital tem menos de 18 anos, e a maioria não fez o pré-natal adequado. “Alguns dos recém-nascidos que vieram a óbito são de extremo baixo peso, geralmente vindos de outras localidades do Estado com patologia grave. Quando investigamos as causas, atestamos que grande parte das mulheres não fez o pré-natal completo, e a maioria fez menos de seis consultas, enquanto o certo são pelo menos sete avaliações”, explicaram.

 

Para saber mais detalhes, o repórter  Nilson Cortinhas, informa, no portal da Agência Pará.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *