Hiroshi Bogéa On line

Morte inesperada

Ligado profissionalmente a diversas prefeituras municipais do Sudeste, o advogado Olivaldo Ferreira, 46 anos, vítima de enfarto, morreu nesta madrugada em Ribeirão Preto (SP), onde havia chegado um dia antes para buscar seus filhos que se encontravam de férias na terra natal da família.

Post de 

12 Comentários

  1. Anonymous

    20 de fevereiro de 2010 - 16:18 - 16:18
    Reply

    Hiroshi, que bom que excluiu, agradeço em nome dos familiares que podem ter visto, ou não né? Obrigado. Pode excluir esse também, e o que deixei anteriormente pedindo para retirar. Obrigado.

  2. Hiroshi Bogéa

    13 de fevereiro de 2010 - 04:55 - 4:55
    Reply

    23:48, perdoe. Sinceramente, não havia percebido ainda a extensão da gravidade do comentário. Houveram momentos em que eu, com excesso de trabalho, moderava comentários em cadeia, ou seja, publicava vários ao mesmo tempo, sem lê-los, pra ganhar tempo o máximo possivel. Essa moderação erronea ja foi sustada aqui no blog. Muitas publicações maldosas e sem nenhum senso de tresponsabilidade, postadas naquele processo, estão sendo retiradas tao logo detectadas. Agradeço a sua advertência pelo desvio de conduta. O comentário foi excluído. Obrigado.

  3. Anonymous

    13 de fevereiro de 2010 - 02:48 - 2:48
    Reply

    Hiroshi Bogéa On Line não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas ou que excedam 20 linhas.

    Então o que é esse comentário acima? que horror… como pôde permitir?

  4. Hiroshi Bogéa

    14 de agosto de 2008 - 13:24 - 13:24
    Reply

    Ana Luzia, infelizmente não sei lhe informar. Minha relação com o Dr. Olivaldo era muito distante. Não conheço nenhum famliar dele, querida.
    Um abraço.

  5. Anonymous

    14 de agosto de 2008 - 02:23 - 2:23
    Reply

    que pena, ele era marido da Maria Zita ?

  6. Anonymous

    14 de agosto de 2008 - 02:20 - 2:20
    Reply

    Olá, gostaria de saber se o dr Olivaldo era marido da Maria Zita, pois tenho muitas saudades dela.
    Sinto muito por isso.

    Ana Luzia..Ribeirão Preto

  7. Hiroshi Bogéa

    20 de fevereiro de 2008 - 02:14 - 2:14
    Reply

    Marcelo Mazza, se voce tem seu tio como modelo de cidadão e profissional, siga o exemplo dele e honre o nome da familia.
    Um abraço e boa sorte, garoto.

  8. Anonymous

    20 de fevereiro de 2008 - 02:01 - 2:01
    Reply

    Olá Hiroshi, Giusti e Chris. Sou Marcelo José Ferreira Mazza, tenho 19 anos e sou sobrinho e afilhado do grande Dr. Olivaldo Ferreira. Graças à influência e admiração que eu sempre tive pelo meu tio, há dois anos decidi entrar na faculdade de Direito UNIP de Ribeirão Preto. Assim, desejo do fundo de meu coração ser um jurista competente e dedicado ao trabalho como meu padrinho sempre foi. Em nome de toda a família Ferreira venho agradecer a solidariedade da classe jurídica do Pará. Muito obrigado.

    Marcelo Mazza (mazzaspfc@terra.com.br).

  9. Hiroshi Bogéa

    18 de fevereiro de 2008 - 01:07 - 1:07
    Reply

    Giusti e Chris:

    tive dois ou três cntatos com o advogado Olivaldo. A ele fui apresentado pelo prefeito Chico Braga, de São Domingos. Me deixou boa impressão profissional.

  10. Chris

    16 de fevereiro de 2008 - 23:37 - 23:37
    Reply

    Conheci Dr.Olivaldo há alguns meses, numa audiência aqui em Uberlândia/MG.
    Era uma pessoa agradável e culta. Certamente deixará saudades àqueles que com ele se relacionavam.
    Vá em paz Dr.!!!

  11. RONALDO GIUSTI

    15 de fevereiro de 2008 - 11:02 - 11:02
    Reply

    Era Presidente da Subseção de Marabá da Ordem dos Advogados do Brasil, quando Olivaldo Ferreira chegou em Marabá, oriundo de São Paulo.
    Fomos amigos e companheiros de lutas pelos ideiais da advocacia.
    Estava sempre à disposição, mesmo fora da administração da OAB, para ajudar os colegas em defesa das prerrogativas profissionais.
    A ausência dele nos deixa uma tristeza profunda, talvez menor que a tristeza dos seus familiares.
    Resta o consolo do seu exemplo.

  12. Anonymous

    14 de fevereiro de 2008 - 19:23 - 19:23
    Reply

    Nossa mãe! A vida é mesmo uma passagem curta sem hora certa para embarque.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *