Hiroshi Bogéa On line

Morte de sargento leva secretário de Segurança a Santarém

Santarém

 

 

 

 

Na manhã deste domingo, 19, o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Jeannot Jansen, esteve na cidade de Santarém, no oeste do Pará, onde acompanhou o velório do sargento da Polícia Militar do Grupamento Tático de Operações, João Luiz Maria Pereira, morto durante uma ação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contra madeireiros dentro da reserva Jamanxim, localizada no município de Novo Progresso. O militar estava lotado em Itaituba. Acompanharam o general Jansen, o delegado geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, e o comandante da Polícia Militar, coronel Roberto Campos.

Durante o velório realizado na Assembléia de Deus da Alvorada, no bairro São José Operário, o secretário Jeannot Jansen prestou as condolências aos familiares do militar de 45 anos, dos quais 24 voltados ao servço na corporação. “Estamos prestando nossa homenagem ao agente de segurança e nos solidarizando à família. Lamentamos muito a perda do militar, mas ressaltamos que temos orgulho do sargento e a satisfação pela dedicação e a bravura dele.  Não deixaremos essa morte sem o devido esclarecimento, já determinei a intensificação das buscas aos responsáveis pelo homicídio, já  temos um inquérito e várias linhas de investigação”, enfatizou Jansen.

A PM tomou todas as providências para o traslado do corpo do integrante do GTO para Santarém, além de prestar o apoio psicossocial aos familiares. O sargento José Luiz era divorciado há dois anos e deixa duas filhas, uma de 21 e outra de 15 anos. Com honras, o militar foi sepultado no cemitério do Mararú. Além de familiares, amigos de infância e “de farda” prestaram as últimas homenagens a José Luiz. Ontem, 18, durante o transporte do corpo entre o aeroporto e o local do velório, realizado numa Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros, militares, posicionado em frente ao 3º Batalhão da PM, prestaram continência em homenagem ao sargento. Vários veículos da área de segurança e particulares participaram do cortejo.

Vida – Antes mesmo de compor o quadro da PM, o policial foi soldado do Exército Brasileiro. O sargento era um de cinco irmãos e filhos dos cearenses Francisco Luis Soares e Francisca de Maria Pereira. O irmão Charlisval Soares, 43, destacou a disciplina do irmão. “Sempre estudou e acabou por se formar em Educação Física, cuidava do corpo. Ajudava sempre a família e no financiamento do estudo das filhas. Sempre apaixonado por missões, estava atualizado nos treinamentos”, disse o irmão. “Perdemos um profissional comprometido. Ele era linha de frente, altamente treinado e muito disciplinado”, salientou o cabo Rivelino da Rocha, 35, da Associação dos Militares Estaduais do Oeste do Pará. “Batizei o meu filho com o nome dele, José Luiz, pois ele era um exemplo de ser humano é um grande amigo”, Francinete Santos, 41.

Por Sérgio Chêne

Post de 

1 Comentário

  1. Marcos Paulo

    20 de junho de 2016 - 14:26 - 14:26
    Reply

    Será que agora a SSP/PA vai tomar a atitude a qual dela esperamos ou não?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *