Miséria ambulante

Publicado em 9 de abril de 2009

Eldorado do Carajás e Curionópolis são município que mais sofrem os efeitos da desacelaração econômica. Sem atividade produtiva consistente, dormitórios de brasileiros atraídos pelos projetos da Vale e o sonho de Serra Pelada, as portas das prefeituras das duas povoações são lugares comuns de pedido de auxílio para a sobrevivência.

Sem dinheiro para “auxiliar”, e obrigados a demitir buscando o equilíbrio de suas contas, os prefeitos das duas cidades sofrem todo tipo de pressão.

E sem saber a quem recorrer.

Tragédia social à vista.