Hiroshi Bogéa On line

Ministério Público embarga ponte sobre Itacaiúnas

 

 

MInistério Público embargou a construção de uma ponte sobre  o rio Itacaiúnas, durante fiscalização in loco, nessa manhã, depois da matéria postado neste blog.

Ato de embargo foi acompanhado de intimação dos proprietários da obra, e da  construtora encarregada de erguer o empreendimento, na próxima segunda-feira, na sede do MP, em Marabá.

Hoje pela manhã, diversos órgãos de imprensa locais e da capital buscaram informações da construção  junto ao poster.

Os jornais Correio do Tocantins e Opinião  mandaram repórteres até o local  apontado.

O assunto repercute dado a gravidade da forma como a ponte está sendo construída, até prova em contrário, desprovida de qualquer documento legal.

Post de 

4 Comentários

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    30 de julho de 2011 - 22:16 - 22:16
    Reply

    Hiro, se espera que esse embargo e outros procedimentos, talvez levados à efeito pela PMM, inicialmente, contra a construção da bendita ponte, não venham a se transformar, em “apresentar dificuldades para vender facilidades” logo à frente. Nada contra a ponte que beneficiaria sobre maneira o tráfego local, sòmente a adequação aos procedimentos legais que a obra requer. Em 30.07.11, Marabá-PA.

  2. Hudson Jr

    30 de julho de 2011 - 11:33 - 11:33
    Reply

    Parabéns Hiroshi! Continue assim…

  3. João Dias Aragao

    30 de julho de 2011 - 10:01 - 10:01
    Reply

    Caro HB,

    Graças ao seu trabalho de grande repórter, dentre outras qualidade, o meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo, no caso concreto (o rio itacaiunas), essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações, foi prontamente denunciado por um cidadão, conscio dos seus deveres.

    Com a intervenção do Ministério Público, a quem incumbe a defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis, esperamos que seja observado a legislação em vigor que, trata do meio ambiente e dos impactos ambientais.

    Com a minha admiração de sempre e, muito obigado pelo dever cumprido.

    Tijuca, Rio/RJ
    João Dias

    • Hiroshi Bogéa

      30 de julho de 2011 - 11:38 - 11:38
      Reply

      Agradecimentos, Hudson e João Dias. Bom final de semana.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *