Ministério Público de Itupiranga e “Renato Chaves” entram em rota de colisão

Publicado em 17 de novembro de 2014

O Ministério Público do Estado (MPE), em Itupiranga, e o Centro de Perícias Científicas (CPC) “Renato Chaves”, em Marabá, estão em rota de colisão: o MPE exige, na Justiça, que o CPC explique a demora na divulgação dos resultados dos exames periciais feitos pelo órgão, fazendo com que muitos processos fiquem travados pela falta de laudos e das provas materiais.

De seu lado, o “Renato Chaves” tem uma explicação muito simples: os resultados dos exames estão lá, prontinhos, mas as autoridades solicitantes – que, segundo o órgão,são comunicadas da conclusão dos laudos –  não mandam buscá-los, nem ao material periciado como armas, drogas, projéteis e outros.