Meu mundo caiu

Publicado em 29 de novembro de 2006

Figura de linha de frente das ações de expansão do PSB nos municípios situados no entorno de Redenção, o político considera que para o partido sobreviver a partir de agora no Pará – “se não for engolido em alguma fusão por força da cláusula de barreira” – só resta à legenda “passar por um processo de decantação, priorizando-se a mudança completa de seus dirigentes por gente jovem e sem os vícios dos caciques”, pondera.
Só que ele está decidido a se afastar da política partidária.Cuidar somente de seus negócios – “pequenos, mas decentes”- e da família. “O PSB foi um rio que passou em minha vida”, ironiza.