Hiroshi Bogéa On line

Matadores de Calixto estão presos

 

A polícia prendeu os matadores do dentista Calixto José Yagui. O crime foi praticado por três pessoas.

Ronivon Dias de Souza, 18 anos, de apelido ‘Roni’, e os comparsas Valdione Francisco da Silva e Neemias Lopes da Silva foram presos na última sexta-feira (25) acusados de participação da morte do dentista Calixto José Yaghi, 66 anos, ocorrida no dia 16 deste mês, em Marabá, sudeste paraense. Um adolescente, que também teve participação no latrocínio (roubo seguido de morte), também foi apreendido. As informações foram divulgas na noite de ontem (27) pela Polícia Civil. Com os acusados, a polícia encontrou objetos da casa do dentista e o carro que havia sido roubado. 

De acordo com as investigações, a vítima tinha envolvimento homoafetivo com o acusado ‘Roni’ e com o adolescente, sendo que ambos frequentavam a casa do dentista. O acusado e o adolescente foram responsáveis por planejar o crime e arranjar pessoas que iriam vender os objetos e usar cartões e o cheque roubados da vítima.

No dia do crime, os dois dominaram a vítima e a mataram com o golpe conhecido como ‘gravata’. Os dois se revezaram no crime. Depois da ação, os acusados colocaram a vítima no porta-malas do carro do dentista, um Voyage branco. O veículo foi dirigido por ‘Roni’, que junto com o adolescente, enterrou o corpo na zona rural de Marabá.

Servidor público de Marabá, Calixto Yaghi foi encontrado morto já enterrado em uma cova rasa, na zona rural do município, no dia 17 deste mês. Outras investigações ainda serão realizadas antes da conclusão do inquérito policial. Os acusados devem responder pelo crime de latrocínio.

Abaixo, os três matadores do dentista.

Matadores de Calixto

Matadores de Calixto 2

Matadores de Calixto 5

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *