Hiroshi Bogéa On line

Marrocos e Biblioteca, na Cultura – , pela cultura

 

 

Leitora que diz chamar-se  Liz Dolores enviou o seguinte comentário, reforçando  comentário anterior de Gelson, transformado em post:

 

liz dolores
1 aprovado
lizdolores13@hotmail.com
200.164.99.144

Caro gelson o descaso com a educação é tão grande que o novo governo entrgou de bandeja o Centro de formação “Cine Marrocos” que atende mais de 1000 estudantes da rede municipal de Marabá no contra turno em seus vários projetos, contribuindo muito com aumento do IDEB do município.Estou chocada! Por pura vaidade de um secretário de cultura que quer porque quer sua secretaria neste espaço.Mais nós pais de alunos vamos começar um movimento contra essa idéia.Porque você Hiroshi,que defende com todas as forças o novo governo,não dá uma forcinha, pra eles refletirem sobre o fim do Centro de formação, que tem ato ato de criação e tudo.Esses alunos estão todos cadastrados no EDUCACENSO.Vê se publica,chega de moderar só o que você quer que agrade.

 

 

Como o poster tem acompanhado de perto todos os passos do governo Salame, alguns esclarecimentos:

 

1- O Cláudio Feitosa não recebeu “de bandeja”, como afirma a moçoila (o), o Cine Marrocos. Ele recebeu ordens de Salame para implantar uma política cultural no município, levando para a Secretaria de Cultura, Biblioteca Municipal  e o Cine, que terão papel importante nas ações a serem empreendidas pelo novo governo;

2- Desde o momento em que anunciou-se a absorção, pela Cultura, do Marrocos e da BC, uma minoria arvorou-se em espalhar informes de que haveria descontinuidade dos programas tocados pelas duas entidades. Como todo  “informe”, maneira fácil de tentar criar ambiente de dúvidas na cabeça das pessoas que querem, estas sim, Marabá passando pelas mudanças  que há tempos tanto exige.

3-  Essa “insatisfação” diante da ações a serem tomadas pela nova administração parte de um pequeno setor que há anos vive às custas da mesmice da burocracia, e que se considerava intocável. As mudanças serão feitas porque é o caminho mais certo para impulsionar uma verdadeira política cultural no município, fato que nunca ocorreu.

Serão feitas porque é uma decisão de governo.

4- O Feitosa é uma pessoa do diálogo, que está sempre  discutindo os rumos da secretaria com os   segmentos envolvidos. Quando a moçoila (ou moçoilo?) afirma que o Marrocos e a Biblioteca estão indo para a Cultura “por pura vaidade do secretário”, denuncia, de forma clara e irresponsável, por onde está saindo o fel do descontentamento.  Feitosa é um democrata e com pleno conhecimento das potencialidades culturais de Marabá, delineando uma política cultural que contemplará todos os agentes e a sociedade.

Nem os programas do Marrocos serão paralisados, muito menos  os da Biblioteca. Ao contrário, ambos ganharão novas formas de gestão, aliando seus importantes programas atuais com a  revitalização de outros setores.

5- Quando  “Liz Dolores”  diz, no comentário,   ” estar chocada”,  o poster não tem nenhuma dúvida dessa  perturbação  psíquica que lhe acometeu. Afinal, mexer em   apoderados “direitos”  de áreas antes imexíveis, causa, em primeira instância, efeito colateral de perturbadora vibração negativa.

Senhorear-se, ao longo dos anos, de “boquinhas”  gerais, dá nisso.

Post de 

13 Comentários

  1. yra

    13 de janeiro de 2013 - 00:34 - 0:34
    Reply

    O verdadeiro sucesso é sempre tentar fazer o melhor. Tenho certeza que SALAME, terá a serenidade nos seus dasafios e irá comemorar cada êxito alcançado. Muitoooooo Sucesso!

  2. João

    11 de janeiro de 2013 - 19:28 - 19:28
    Reply

    Com relação a minha opinião postada anteriormente,da qual mantenho integralmente, quero certificar aos leitores que não sou contra e nem a favor de nenhum governante, até porque não dependo deles para viver, apenas me posicionei em relação aos termos chulos empregados na resposta efetivada, mesmo que tenha sido um Fake, como comentou Expetadora, mas acho que a educação está acima de tudo.

  3. João

    11 de janeiro de 2013 - 19:15 - 19:15
    Reply

    Na minha opinião postada anteriormente,da qual mantenho integralmente,

  4. almir

    11 de janeiro de 2013 - 18:24 - 18:24
    Reply

    “João
    janeiro 10th, 2013 at 16:28
    Me entristece e me preocupa os termos chulos utilizados na resposta feita à leitora Liz Dolores, por quem tenha sido o(a) autor(a), mas se foi por agente público, pior ainda, falta-lhe os princípios fundamentais que norteiam a uma boa educação, pois no mínimo igualou-se aos termos por ela utilizados. Cultura e Educação são parceiras e andam sempre juntas.”

    onde assino?

  5. Expetadora

    11 de janeiro de 2013 - 13:15 - 13:15
    Reply

    Eu imagino que o Hiroshi ao responder a leitora da forma como respondeu é pq no mínimo ele sabe quem é o verdadeiro remetente da tal reclamação…. Um fake com certeza… Mas vamos lá. Claudinho é inteligente, o Salame Também. Os dois sabem bem o caminho a seguir para realizar um trabalho com maestria. Agora é esperar que lá na frente, quando tudo estiver indo bem, os críticos pessimistas de plantão tenham a dignidade de “aplaudir” o trabalho da nova equipe que está ai com toda boa vontade querendo trabalhar e apresentar o melhor de si.

    • Hiroshi Bogéa

      11 de janeiro de 2013 - 13:55 - 13:55
      Reply

      Expetadora, parece até que você está sentada aqui ao meu lado. É isso mesmo, querida. Apenas uns quatro fakes estão entrando aqui inventando a “crise”.

  6. Carmelita

    10 de janeiro de 2013 - 21:53 - 21:53
    Reply

    O Salame veio pra mudar, ele é a nossa esperança de mudanças, se fosse pra continuar do jeito que estava não tinhamos votado nele, e sim no maurino. muda Salame!

  7. Laércio Ribeiro

    10 de janeiro de 2013 - 20:04 - 20:04
    Reply

    Estão querendo desqualificar o Cláudio Felipetto, mas não vão conseguir. É atitude de gente desesperada que não quer que este governo dê certo. Felizmente, o Claudinho tem maturidade suficiente para não se deixar abater pelos esperneios de uma minoria despeitada e ressentida. Que ladrem os cães; a carruagem vai passar.

  8. funcionária

    10 de janeiro de 2013 - 18:23 - 18:23
    Reply

    Essas suas ironias são desnecessárias e causam um mal estar nos leitores. Eu senti um certo mal estar como leitora desse blog. O q vc tem a fazer é criar seus posts sobre as ações do governo e pronto. Ficar rebatendo vai baixar o nível do blog. A gente ouve muita coisa de novos governos, mas acho q as ironias são desnecessárias. Calma e siga em frente somente em noticiar sem alfinetadas amargas.

  9. Rogério de souza

    10 de janeiro de 2013 - 16:32 - 16:32
    Reply

    Boa tarde.

    Só digo uma coisa.

    Da-lhe Salame Neles…..E não e trocadilho e sim satisfação de ver gente trabalhando em Marabá….

  10. João

    10 de janeiro de 2013 - 16:28 - 16:28
    Reply

    Me entristece e me preocupa os termos chulos utilizados na resposta feita à leitora Liz Dolores, por quem tenha sido o(a) autor(a), mas se foi por agente público, pior ainda, falta-lhe os princípios fundamentais que norteiam a uma boa educação, pois no mínimo igualou-se aos termos por ela utilizados. Cultura e Educação são parceiras e andam sempre juntas.

  11. Airton

    10 de janeiro de 2013 - 16:03 - 16:03
    Reply

    Foi reformado com recursos do então FUNDEF, será que tem alguma implicação, isso???

  12. Eleutério Gomes

    10 de janeiro de 2013 - 15:45 - 15:45
    Reply

    Boa Hiroshi. Eu nunca entendi porque certos seres humanos são tão resistentes às mudanças, sobretudo àquelas que são feitas para melhorar, e sempre torcem para dar errado e até preveem que vai dar errado. É o que está acontecendo neste início de governo, em que pessimistas empedernidos insistem em fazer suas avaliações negativas, sem ao menos ter paciência para ver o que ainda vai acontecer. Finalmente, é bom lembrar a essas pessoas que o novo governo TEM APENAS DEZ DIAS!!! Entenderam??? Dez dias…. Será que dá para esperar os demais três anos, 11 meses e 20 dias para avaliar???

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *