Marcha à ré

Informação é de fonte bem vermelhinha: Edilza Fontes está perdendo terreno dentro da Democracia Socialista. E no governo.

A mais recente baixa no grupo de Edilza foi a exoneração do professor João Evangelista da diretoria de Ensino do Interior da Seduc, um dos afilhados preferidos de Fontes.

Mesmo com apoio de Edilza, João Evangelista perdeu na disputa interna da DS pela vaga de pré-candidato a prefeito de Rondon do Pará.