Marabaense gerencia Centro de Convenções

A gestão administrativa do Centro de Convenções de Marabá não poderia estar sob a responsabilidade de melhor escolha.

A contratação, pela OS “Pará 2000”,  do empresário Mauro de Souza, ex-presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá para gerenciar a casa de eventos foi das mais felizes.

Mauro conhece, como ninguém, quem é quem no Sul e Sudeste do Pará, tem trânsito por todos os segmentos sociais e sensibilidade para enfrentar desafios.

O blogueiro o conhece de longas datas, e sabe o quanto Mauro já está apresentando resultados à frente do órgão.

Em visita ao Centro de Convenções, semana passada (foto), o blog conheceu todas as dependências do equipamento turístico, ganhando dimensão maior sobre os benefícios que diretamente o Carajás Centro de Convenções “Leonildo Borges Rocha” trará ao polo Araguaia Tocantins e entorno da região.

Com extrema habilidade, Mauro de Souza já está abrindo caminhos para tentar convergir demandas para o moderno espaço público do setor de turismo de negócios e eventos do Brasil.

“Nosso trabalho, atualmente, está voltado para fazer conhecido nosso centro de convenção em todo o país. Queremos que, em dois a três anos, ele já se mantenha através das locações de espaços”, explica Mauro.

Ao conhecer em seus detalhes o espaço público construído pelo Governo do Estado, o blogueiro passou a ter compreensão plena da importância do centro para o desenvolvimento do turismo de negócios regional, principalmente porque está sendo gerenciado por uma pessoa que conhece a região coo poucos, e a dedicação com a qual vem aplicando à frente do desafio.

Para quem não o conhece ainda, o Centro de Convenções  possui 13 mil m² de área construída em um terreno de mais de 33 mil m², abrigando quatro grandes blocos modulados, conforme mostrado ao blog pelo empresário.

Um dos blocos é destinado exclusivamente à feiras, grandes shows e convenções, com 4.800 m² e capacidade para abrigar mais de 10 mil pessoas, com palco fixo de 200 m², dois camarins, copa, banheiros e toda a estrutura e segurança necessárias para receber grandes eventos.

Já o segundo bloco, com andar superior e térreo, abriga ambientes climatizados como área administrativa, praça de alimentação, restaurante e lanchonete.

O terceiro prédio contempla um teatro com mil lugares e uma sala multiuso de mil metros quadrados com capacidade para 400 pessoas e que pode ser subdividida em dez espaços menores, com 40 poltronas cada.

O quarto espaço é dedicado a um auditório com capacidade para 520 pessoas, sendo que este é adaptável, podendo ser dividido em cinco células de 104 lugares cada, com divisórias removíveis, isolamento acústico, além de palco, área de circulação e amplo estacionamento.