Hiroshi Bogéa On line

Marabá, próxima vítima

De acordo com informação colhida da mesma fonte, a prefeitura de Parauapebas quer rever também valores em roialtes creditados indevidamente pela Vale à prefeitura de Marabá.

Sentença dessa outra ação deve estar sendo publicada agora em fevereiro.

Dizem que é altíssimo o valor da grana a ser reposta pela prefeitura de Marabá à prefeitura de Parauapebas.

Corrigida a cobrança dos roialtes, a arrecadação de Marabá cairá significativamente na mesma proporção em que aumentará a receita do vizinho município.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    28 de janeiro de 2008 - 15:23 - 15:23
    Reply

    Grande Bobagem!
    Isso aí é baboseira do procurador querendo desviar o assunto e a atenção sobre a contratação do “suposto” escritório de advocacia do Paraná para se habilitar SEM FAZER ABSOLUTAMENTE NADA a honorários estimados de 50 MILHÕES DE REAIS, no mais ousado golpe contra a população de Parauapebas.
    Qualquer investida contra Marabá com relação a recolhimentos indevidos de Royalties da VALE não procede e é besteira. DESVIO DE ATENÇÃO. É assunto que interessa a MArabá e o Prefeito de Parauapebas tem a imprensa local na mão, mas TEME a de Marabá, de maior peso e repercussão. Cuidado não caiam nas armadilhas!

  2. Anonymous

    27 de janeiro de 2008 - 18:59 - 18:59
    Reply

    anônimo das 11:31, gostei, pois sou o anônimo das 7:15
    gostei principalmente do “mais fraco do que caldo de peteca” e que deixaram prescrever coisa de 2 milhões, hein
    concordo: também pago prá ver!

  3. Anonymous

    27 de janeiro de 2008 - 14:31 - 14:31
    Reply

    Acho que o anônimo está equivocado. Não defendo Darci Lermen-PT, sei que seu governo é um descalabro, um desperdício. Mas quanto a buscar a defesa do interesse e dos direitos de Parauapebas, que ele foi eleito para representar e defender, é um dever de primeira grandeza.

    Caso ele assim tenha procedido, não fez mais que a obrigação.

    Como o cara é mais fraco que caldo de peteca, pago pra ver.

    O que sei é que seu Procurador Municipal, juntamente com seu João Fontana, em conluio, deixaram prescrever uma dívida da empresa Ivaí Engenharia, que beirava os 2 milhões de reais.

    Isso é que o MPE poderia apurar.

  4. Anonymous

    27 de janeiro de 2008 - 10:15 - 10:15
    Reply

    Esse lermen é mais um que confunde riqueza com grandeza. Mesmo com tanto dinheiro Parauapebas não passa de uma cidade de fim-de-linha. Basta ir até lá para ver que esse dinheiro todo não fez da cidade uma bela e boa cidade; crimes como aqui, ruaszinhas envergonhadas, cadeia caindo aos pedaços, pobreza e invasões, etc. Agora quem sempre está bem são os pol[iticos, alguns riquíssimos como um tal de Verner e os autuas ocupantes dos cargos. Lugar onde Vereador ganha bem à beça. O nome disso chama-se inveja. Venha seu Lermen se candidato aqui prá ver se tens condições, com teu governo apagado, preste a perder para a Bel?
    Quem se preocupa com a vida dos outros esquece de cuidar da sua.
    Pena que o Ministério Público de Parauapebas não passe prá cima dele prá se ver e descobrir suas sandices…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *