Hiroshi Bogéa On line

Marabá perde sua liderança empresarial maior, Gilberto Leite

 

Giba

Morre Gilberto Leite, presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá.

Um do fundadores do Grupo Revemar, Gilberto lutava há quatro anos contra o câncer.

Tumores que ele derrotava, sempre que passava por ciclos de quimioterapia, mas outros surgiam em pontos distintos de seu organismo.

Até para enfrentar a morte, Giba – meu querido amigo “Giba” – foi um protagonista  exemplar:  não se entregava.

Foi assim, nesses quatro anos: a doença de lá, ele de cá, também a bombardeando cheio de  esperança e  fé.

Até na doença, Gilberto nos deixa exemplos de determinação, estratégias e coragem

Eu me sinto órfão, neste momento, ao receber a notícia repassada por outro amigo comum, Mauro de Souza, vice-presidente da ACIM e dono da Casas Prata.

– “Nosso amigo se foi…”, com a voz embargada, o Mauro me pegou no exato momento no qual tomava café da manhã com minha família, saudando o 29 de novembro, data de meu aniversário.

A morte de Gilberto foi declarada nesta madrugada, por volta de 01h30.

O corpo está sendo velado no salão da Câmara Municipal de Marabá.

Meus sentimentos a Marilza, esposa; e filhos Paulo Leite, Luis Fernando e Carlos Henrique – além dos lindos netos que Gilberto tanto amava.

Em outros posts, voltarei a falar da importância de Gilberto Leite para o desenvolvimento de Marabá.  Ele era nosso empresário mais antenado com as demandas locais e regionais, buscando sempre encontrar soluções para problemas graves  e abrindo espaços para a chegada d enovos investimentos.

Uma verdadeira liderança, que se vai, deixando um vácuo enorme, difícil de ser reparado.

Hoje será um dia muito difícil para  os marabaenses  absorverem tamanha perda. (Hiroshi Bogéa)

————————-

Prefeitura emite Nota de Pesar pela  a morte de Gilberto Leite:

 

 

Nota de Pesar

 

O Município de Marabá vive hoje uma grande perda e está enlutado com a morte do presidente da Associação Comercial e Industrial (Acim), Gilberto Leite, por volta da 1h30 deste sábado, 29 de novembro de 2014, no Hospital Climec.

Gilberto Leite lutava havia quatro anos contra um câncer, mesmo assim, nunca se deixou abater pela doença e jamais abandonou as batalhas travadas pelo fortalecimento do setor empresarial local, sempre tendo em vista a criação de empregos e a geração de renda para o município.

Apesar de ter nascido em Ourinhos (SP), Gilberto Leite estava havia mais de 30 anos em Marabá, onde defendeu causas e foi um lutador aguerrido por conquistas como o Projeto Salobo a revitalização do Distrito Industrial, o movimento “O Pará é que Vale”, a instalação da Aços Laminados do Pará (Alpa), a derrocagem do Pedral do Lourenção e consequente viabilização do Hidrovia Tocantins-Araguaia e, por último a construção de faixa rodoviária na nova ponte da Vale no Rio Tocantins.

Também teve atuação fundamental na instalação de filiais dos grupos Y. Yamada, Havan, Mateus, Correias Mercúrio, Sinobras, além de outros empreendimentos.

Presidiu a Acim no biênio 2009-2010 e estava novamente à frente da Associação Comercial desde 2013, cumprindo mais um mandato em busca de dias melhores para Marabá e seu povo.

Parceiro da Administração Municipal em todos os momentos, Gilberto Leite era pessoa da mais alta honestidade, generosidade e solicitude, sempre disposto a abraçar tudo o que fosse em favor de Marabá, onde começou sua trajetória como um dos fundadores do Grupo Revemar, do qual atualmente era Diretor Institucional.

Gilberto Leite deixa a esposa Marilza e os filhos Paulo, Luís e Rique, além de três netos, aos quais nos juntamos na tristeza deste momento de grande perda para todos nós.

 

João Salame Neto

Prefeito Municipal

Post de 

3 Comentários

  1. dominador

    29 de novembro de 2014 - 11:24 - 11:24
    Reply

    Fiquei surpreso pois ,embora soubesse que enfrentava o câncer, pensei que estivesse sob controle. Meus sentimentos à família.

  2. Gilsim Silva

    29 de novembro de 2014 - 11:12 - 11:12
    Reply

    Aos Familiares do Gilberto Leite, meus sentimentos pela perda irreparável desta figura humana de extremo carisma e que tivemos oportunidade de conhecer e conviver no dia-dia de Marabá , terra essa que ele nutria um amor visível nas suas ações, buscando sempre o desenvolvimento desta região. DEUS em sua infinita bondade, ilumine o nosso eterno amigo Gilberto Leite, na nova morada da vida no plano espiritual.

  3. Dennys Rocha

    29 de novembro de 2014 - 10:45 - 10:45
    Reply

    Triste notícia.
    Este é o tipo de “post” que leio atravessado, entendendo, mas lamentando profundamente.
    Mais um dos grandes “Marabaenses” se foi. Sim “MARABAENSE” mais que muitos que aqui enterraram o umbigo.
    Sabíamos da luta, sabíamos da gravidade e eu particularmente, sabia também por ter perdido o meu Pai vítima da mesma doença, do quão difícil é combater o tal Câncer.
    Confesso Hiroshi, que mesmo tão cético depois de ter perdido alguns familiares pela mesma causa, ainda acreditava em um milagre, ou em uma descoberta de cura, mas que ainda não foi possível.
    Pensando por outro lado, acredito que lá de cima, eles nos ajudarão e trabalharão sem dúvidas com a mesma doação em outro “plano”, em outro mundo!
    Aqui ficamos órfãos.
    Meu Pai Sérgio Lemos, Marabaense de coração que tanto amou esta cidade, Dr. Veloso que tanto contribuiu também, o André Barbosa, o Tio Léo, o Diamantino, a pouco tempo o Paulinho, e agora o grande GIBA.
    Pessoas idealizadoras que lutavam, sonhavam e contribuíam com a nossa Marabá.
    E agora? Sinceramente, vejo pouquíssimas pessoas que realmente brigam e defendem a nossa cidade de verdade, por um bem comum, por retribuição ao que esta terra lhe proporcionou, por princípios e valores morais.
    A grande maioria pensa apenas em si, em acumular e arrancar tudo que puder daqui, puramente por ambição, ambição por “Poder” ou por apenas “Ter”…
    Estou triste, e desiludido, tenho muita vontade de participar mais ativamente da sociedade em que vivo, mas o sistema me exclui…
    #Luto

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *