Marabá abre o Fórum Nacional Permanente em Defesa da Amazônia

Publicado em 17 de outubro de 2019

O Fórum Nacional Permanente em Defesa da Amazônia realiza nesta quinta-feira (17), em Marabá,   o Ato Nacional em Defesa do Meio Ambiente e dos Povos da Amazônia.

Dezenas  dirigentes nacionais e regionais de entidades acadêmico-científicas e ambientais, de movimentos sociais e sindicais, além de parlamentares federais e estaduais de vários partidos e representantes do governo estadual e municipal – estão participando do evento,.

O cacique indígena Raoni Metuktire, conhecido internacionalmente por sua luta pela preservação da Amazônia, está presente.

A abertura do Ato ocorreu  às  9h30 com discursos de representantes de entidades que compõem o Fórum, lideranças partidárias e parlamentares, e seguirá com uma mesa de debate com o tema: “O que está por trás dos ataques à Amazônia e quais os desafios da floresta, dos rios, da cultura e dos territórios de seus povos”.

O Ato Nacional ainda promoverá uma Caminhada pelo Meio Ambiente no final da tarde, e um Ato Político e Cultural à noite para encerrar a atividade na cidade de Marabá.

O fórum está sendo realizado  no Ginásio Poliesportivo da Folha 16, e o Ato Político-Cultural na Praça da Folha 16, no bairro Nova Marabá.

Criado em 28 de agosto na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), o Fórum surgiu como uma resposta à política antiambiental e antiindigenista do governo Bolsonaro.

Além de parlamentares do campo da oposição e partidos, reúne mais de 30 entidades dos movimentos sociais e organizações de classe.

Confira a programação:

 

Dia 17 de outubro, a partir das 9h – Marabá, Pará;

– 9h às 12h30, Ginásio Poliesportivo da Folha 16: Mesa de abertura e escuta dos movimentos sociais;

– 14h às 17, Ginásio Poliesportivo da Folha 16: Debate “O que está por trás dos ataques à Amazônia e quais os desafios da floresta, dos rios, da cultura e dos territórios de seus povos”;

– 17h às 18h30, itinerário a ser definido: Caminhada pelo Meio Ambiente;

– 18h30 às 22h, Praça da Folha 16: Ato político-cultural – encerramento.