Hiroshi Bogéa On line

Mapa “Onde fui roubado” ainda não tem registro de ocorrências em Marabá

 

O site  “Onde fui roubado?”  é um mapa da criminalidade nas grandes cidades,  com informações e relatos de quem foi vítima da violência.

Espécie de ferramenta colaborativa que, como o próprio nome já diz, uma pessoa que for assaltada pode indicar no mapa a exata localização de onde aconteceu.

O serviço está disponível para diversas cidades do país, inclusive Marabá, embora  ninguém ainda a esteja usando aqui, conforme mostra o link da localização.

Em Belém, o Onde fui roubado  está sendo de grande valia para a população.

O serviço serve também para a comunidade conhecer os bairros onde os assaltos ocorrem com maior intensidade.

Observem a intensidade de focos apontados no mapa, de pessoas vitimadas, em Belém.

Mapa

Que tal os marabaenses criarem hábito de utilização da ferramenta?

 

Post de 

3 Comentários

  1. Thiago

    25 de agosto de 2013 - 08:37 - 8:37
    Reply

    Que tiver celular e gostar de mapear os crimes o aplicativo owl é muito util ja existe para android e iphone o site é http://www.owlsocialapp.com abraços!

  2. Hudson Jr

    21 de agosto de 2013 - 23:21 - 23:21
    Reply

    Então em Brasília existe um endereço que vai bater os recordes desse site e jamais será ultrapassado, pode todo mundo correr pois todos somos roubados em um endereço especifico.

  3. Luis Sergio Anders Cavalcante

    21 de agosto de 2013 - 11:06 - 11:06
    Reply

    Hiro, seria interessante a PMM/SEVOP enviar equipe à Orla na altura da Churrascaria Pôr do Sol, no passeio onde pessoas realizam caminhadas existe um bloco de concreto rachado que está se soltando nas extremidades, onde se vê um buraco tampado por uma lixeira de meio tambor para 200 litros. Evitar que alguem se machuque alí é necessario. Já após a entrada da Rua Mestre Olívio, ainda na Orla, em varias casas(pelo menos 3) estão quebrando o concreto das placas da rua para fazer “vala” visando inserir canalização de agua das casas para o Rio Tocantins. Em 21.08.13, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *