Mão amiga

Publicado em 6 de março de 2010

Já estava passando da hora da administração pública de Marabá olhar com mais carinho para o Centro Profissionalizante Pedro Arrupe, da Obra Kolping do Brasil. O poster retorna a cidade no exato momento em que a prefeitura municipal destina R$ 130 mil para a ONG investir em sua estrutura e no apoio pedagógico.

É pouco? Muito pouco!

Mas é um avanço.

O centro dá atenção a 800 jovens na faixa etária de 15 a 17 anos em diversos cursos de qualificação.

A Kolping, no município, sempre se escorou em  dificuldades exatamente por não encontrar no poder público a sensibilidade para firmar parcerias voltadas a qualificação da juventude local.

Nota dez para o prefeito de Marabá.