Hiroshi Bogéa On line

Mais uma agência do Banpará foi inaugurada nesta segunda

Em uma semana, o Banpará inaugurou mais duas agências:  em São Félix do Xingu e em Monte Alegre, no Oeste do Estado, entregue à população na manhã desta segunda-feira, 11 (foto).

Apenas este ano, o Banpará já inaugurou quinze  agências, além do posto de atendimento no Palácio do Governo,  o Banpará Digital, no Shopping Boulevard, ambos em Belém.

Mas os investimentos não se restringem à entrega de novas agências.

O banco paraense disponibilizou aos seus clientes nova plataforma de pagamento de boleto bancário que entrou em vigor no mês de julho.

O novo modelo de pagamento agiliza e proporciona mais segurança ao usuário, além da possibilidade de pagamento do boleto após o vencimento, em qualquer agência bancária que faça parte do sistema, com essa dinâmica serão evitados pagamentos em duplicidade, haja vista que o sistema que faz a integração entre os bancos, recusa uma nova tentativa de pagamento para o mesmo boleto.

O principal benefício é para o consumidor que para pagar um boleto vencido não precisa mais ir até o banco emissor para quitar o seu débito. Com o novo sistema é possível pagar boleto vencido em qualquer instituição bancaria participante.

É importante ressaltar que existe uma série de dados que devem constar nos boletos, tais como: CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador. Essas informações são exigidas pelo Banco Central, por meio das Circulares n.º 3.461/09, 3.598/12 e 3.656/13.

A partir de agora, o comprovante de pagamento também é mais completo, contém todos os detalhes do boleto, como: juros, multa, desconto e as informações do beneficiário e do pagador.

A nova plataforma faz ainda o cruzamento de informações para evitar inconsistências de pagamento, identificação do CPF do pagador do boleto para fins de controle de lavagem de dinheiro e maior transparência na relação com o consumidor, na medida em que melhora os controles dos boletos facultativos (boletos de proposta), que são enviados sem autorização por parte do cliente.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *