Mais um político de Parauapebas é preso

 

Além de ostentar o título de capital do minério, Parauapebas está se habilitando a ganhar nova insígnia, esta de relevância promíscua: capital da corrupção.

Nos últimos dias, o município está sendo execrado nacionalmente por abrigar o maior número de políticos presos, por metro quadrado, juntamente com Itupiranga.

Mais um indivíduo  foi preso naquela cidade.

Trata-se do ex-presidente da Câmara Municipal,  Josineto Feitosa, algemado esta manhã e conduzido para prestar depoimento.

Ele é suspeito de integrar a gang que assaltava os cofres público, conforme apuração da chamada “Operação Filisteu”.

Ele deverá fazer companhia a outros  já presos ali, José Arenes e Odilon Rocha.