Mais de 300 salas de aula climatizadas em Marabá

Publicado em 25 de março de 2015

 

Na campanha eleitoral, João Salame havia assumido compromisso de climatizar as escolas de Marabá.

Em determinados momentos do embate, durante reuniões em bairros das zonas urbana e rural, chegou a falar em zerar o déficit de salas não climatizadas.

Meta ousada e corajosa, inda mais tratando-se de afirmativa diante do eleitorado que dependeria de muitos recursos para ser concretizada, o compromisso de Salame de universalizar as escolas do município com salas refrigeradas parecia soar de forma duvidosa na cabeça de alguns – principalmente de seus opositores.

Mais de  800 dias depois de assumir o governo, o compromisso do prefeito apresenta indicadores de que vai ser concretizado.

Até o dia de ontem, o blog conferiu 300 salas de aula climatizadas pelo atual governo, em 39 escolas.

Antes da gestão Salame, Marabá possuía apenas 31 salas escolares ar-refrigeradas

A notícia animadora: nos próximos dias começarão a chegar na sede da Secretaria de Educação os primeiros climatizadores de mais mil aparelhos adquiridos pela prefeitura através de novo processo licitatória 

“Até o final de dezembro desye ano, 70% das escolas municipais de Marabá terão salas climatizadas”, garante Pedro Sousa, titular da Semed.

Salame conseguirá concluir o governo climatizando todas as escolas do município? – indaga o blogueiro.

– “Com certeza, pelo menos todas as escolas da zona urbana estarão climatizadas. Já as  salas de aula da zona rural,  será impossível, porque muitas localidades ainda padecem da falta de energia segura. Mas aonde houver eletricidade com capacidade para gerar climatizadores, levaremos esse conforto aos alunos da região agrícola”,  explica Pedro Souza.