Hiroshi Bogéa On line

Mais de 20 mil concurseiros invadiram Marabá

Dos 30.126 candidatos inscritos em Marabá para o concurso da PM, realizado neste domingo, 31, cerca de 20 mil vieram de outras localidades.

No início da tarde de sábado, 30, o tráfego de veículos fora do comum em ruas da cidade, causou espanto a muita gente.

À noite, não era possível trafegar pelas ruas da Velha Marabá sem engarrafamentos.

A orla, principalmente, foi tomada “de assalto”.

Restaurantes e bares, empinados de visitantes, que no dia seguinte participariam das provas do concurso.

Quem veio a cidade e fez reservas, agiu com prevenção: depois das 18 horas, todos os hotéis da cidade estavam lotados.

Muitos concurseiros se apegaram a amigos para encontrar um lugar de descanso.

Outros, diante da impossibilidade de hospedagem doméstica, fizeram de seus veículos local de dormida.

Na orla, maioria dos restaurantes ficou sem suprimentos para atender clientela inesperada.

Até franquia  de uma rede norte-americana de fast food, localizada na Cidade Nova, por volta de 21 horas suspendeu atendimento à falta de pão em seu estoque.

Em menos de 48 horas, o concurso da Polícia Militar gerou veloz  circulação de moeda nos cinco núcleos habitacionais de Marabá: Nova Marabá, Marabá Pioneira, Cidade Nova, São Félix e Morada Nova. Nestes dois últimos núcleos, provas também foram realizadas, no domingo.

Estacionamento de um dos hotéis de Marabá ocupado por ônibus de empresas de turismo: concurseiros invadem Marabá
Estacionamento de um dos hotéis de Marabá ocupado por ônibus de empresas de turismo: concurseiros invadem Marabá
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *