Maior grileiro do país é preso em Itaituba

 

GrileiriO cara já soma R$ 30 milhões em multas por crimes ambientais na região de Novo Progresso e Itaituba.

Desde o ano passado estava sendo procurado pela polícia, sendo, finalmente, preso.

Trata-se de Antônio Castanha (foto), que tinha prisão decretada desde agosto de 2014, e foi localizado pela Polícia Federal em Itaituba, onde foi preso.

Castanha é considerado atualmente um dos maiores grileiros do país.

De acordo com as investigações, Castanha fazia parte de um esquema de grilagem de terras ao longo da rodovia BR-316, entre os municípios de Altamira e Novo Progresso. Segundo o Ministério Público Federal, o grupo invadia terras públicas, desmatava e incendiava a área para formação de pastos e depois vendia as terras como fazendas.

Ao longo de dez anos, mais de 15 mil hectares de floresta foram desmatados pela quadrilha. O prejuízo ambiental está avaliado em R$ 500 milhões. Os suspeitos devem responder por mais de 10 crimes, entre eles, invasão de terras públicas, lavagem de dinheiro, crime ambiental e falsificação de documentos.

Juntamente com Antonio Castanha, mais dois integrantes da quadrilha também foram presos.