Hiroshi Bogéa On line

Macrodrenagens de Marabá incluídas no PAC

 

 

Finalmente, Marabá ganhará seus primeiros projetos de macrodrenagem.

Dois mega projetos que contemplarão a Grota Criminosa e a Grota do Aeroporto, levando benefícios a cerca de 30 mil pessoas, foram incluídos no PAC, semana passada, em solenidade de vídeo-conferência ocorrida em Belém e Brasília, que contou com a participação de representantes da Caixa Econômica, Cosanpa, Ministério das Cidades e da Prefeitura de Marabá, representada pelos secretários Lucídio Colinetti (Obras) e Glenio Benvindo (Planejamento).

Os bem elaborados projetos técnicos de Marabá facilitaram a inclusão dos investimentos no Programa de Aceleração do Crescimento, enquanto doze outros municípios paraenses não tiveram seus projetos agregados ao PAC em face do não atendimento às exigências técnicas do Ministério das Cidades.

Os projetos de macrodrenagem do Aeroporto e Criminosa totalizam R$ 192 milhões.

A partir desta terça-feira, o Ministério das Cidades dará publicidade, no Diário Oficial,  às quatro subdivisões dos projetos.

Convênios com a prefeitura de Marabá serão assinados até o dia 15 de novembro.

A primeira fase das duas macrodrenagens contempla canalização de igarapés, deslocamento de moradores residentes às suas margens, construção de dignas habitações e urbanização das laterais dos córregos, com implantação de drenagem, esgoto, água potável e pavimentação.

Obras garantidas pelo PAC, com contrapartida do município.

Post de 

8 Comentários

  1. maria

    22 de maio de 2013 - 14:57 - 14:57
    Reply

    tenho uma casa maravilhosa perto da grota do aeroporto eu naõa vou sair da qui parair morar em uma casinha pequena e mal feita ninguem me tira daqui nem morta

  2. genuino razera

    10 de outubro de 2012 - 17:10 - 17:10
    Reply

    Moro na Grota do Aeroporto, já tem 12 anos, e é só promessa de politicos, essas duas grotas são como a Industria da Seca no nordeste, até hoje o povo morre de sede e cade os poços. Eu quero que essa grota do aeroporto fique cada dia maior, pois só assim não haverá transito no local e a poeira deminuirá um bocado. Estou pagando pra ver esses projetos começaram.

  3. Anônimo

    1 de novembro de 2011 - 23:19 - 23:19
    Reply

    Vão se acostumando que Maurino já está fazendo mais, do que as três ultimas gestão.só fizeram praças e pavimentação mal feita e mal aproveitada pelo povo.hoje qualquer fornecedor legalizado pode vender para a Prefeitura.que não acontecia antes, só os sócios de tião,hoje as entidades organizadas já foram recebidas pela equipe de governo de Maurino.a perseguição e tão visivel que o menos politizados já perceberam. Exemplo até os lixos que são juntados e ensacados pelos garis para ser levado pelo caminhão até ao aterro sanitário é filmado e por despreparo colocado em jornais. o povo não e bobo.

  4. anonimo

    1 de novembro de 2011 - 14:29 - 14:29
    Reply

    Meu amigo Obras 10:36 a CMT foi a empreiteira contratada pela PMM atraves de licitação publica e não atraves de carta convite (maracutaia) que normalmente era feita pela administração anterior.
    A execução foi e e da prefeitura que supervisiona tecnicamente toda a construção,faz medições e paga a empreiteira (administra a obra).
    O repasse do dinheiro e feito pelo governo federal como determina a constituição pois parte do que o governo federal arrecada (IPI,ITR,IR) pertence aos municipios e não e favor nenhum repassar e da mesma forma o Estado tambem e obrigado a repassar o que recebe de (ICMS,IPVA) pois arrecadação municipal e somente o IPTU,ITBI e ISS.
    Agora que Maraba esta ficando bonita com ares de metropole esta.

  5. Obras

    1 de novembro de 2011 - 10:36 - 10:36
    Reply

    A Ponte do Itacaiúnas não foi da prefeitura, e não foi executado pela prefeitura. A duplicação da Transamazônica não foi e não é da prefeitura e a execução das duas grandes obras foi da construtura CMT. Portanto, o anônimo das 20:38 de 31st, pode questionar se a PMM, quer dizer, o povo entrou com a contrapartida das duas grandes obras. A contrapartida é dinheiro do povo. Do meu, do seu do nosso dinheiro recolhido em impostos. Portanto, chega de poropaganda enganosa. O povo não é bobo como os bobos do prefeito pensam que são. E pode escrever aí, as grotas do Aeroporto e da Criminosa serão inauguiradas pelo próximo prefeito, com absoluta certeza. Pode ser o atual, ou não.

  6. Pedro

    31 de outubro de 2011 - 21:41 - 21:41
    Reply

    Se essas obras do PAC forem iguais a do Cabelo Seco, então, pode esquecer.

  7. anonimo

    31 de outubro de 2011 - 20:38 - 20:38
    Reply

    O projeto e da prefeitura,a contrapartida e da prefeitura,a execução e da prefeitura portanto não venham as viuvas do ex-prefeito dizer que a obra não e da prefeitura como disseram da ponte do Itacaiunas e duplicação da Transamazonica ,construção do estadio e urbanização da Nova Maraba que são obras da prefeitura executadas por um prefeito que muito trabalha a favor de Maraba. Parabens Prefeito Maurino.

  8. GROTAS

    31 de outubro de 2011 - 15:53 - 15:53
    Reply

    Se a contrapartida da Prefeitura for de 10%, calculado sobre o vaqlor das obras da Criminosa e Aeroporto, com todas as suas exigências, então a PMM deverá ter disponível cerca de 19 milhões, certo? Pelo andar da carruagem, pode ser que sim, pode ser que não. Bom, se não houver nenhum desvio, teremos duas obras importantes, que poderão ser iniciadas ainda neste governo, ou não. Quem ganhar a próxima eleição, ou inicia ou inauguraa obra. Senão..

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *