Hiroshi Bogéa On line

Macrodrenagem e o “Zeca Tatu” da desordem

 

 

Malcriado  comentarista autodenominado “Zeca Tatu” ( o pseudônimo do rapaz não poderia ser mais  apropriado), reportando-se ao post  Prefeito eleito assegura macrodrenagem de Marabá, rebela-se à licitude do texto, classificando-o de  “mentiroso”.

Para que não haja nenhuma dúvida quanto a seriedade das informações aqui divulgadas, o blog trás  o comentário à boca do palco e faz esclarecimento, a seguir:

 

Zeca Tatu
novembro 15th, 2012 at 18:29   edit

Ta faltando vergonha na cara né hiroshi publique a verdade, esses recursos ja estão assegurados e os convênios assinados a muito tempo rapaz, fale a verdade para a população o João Salame não precisa dessa mentira pra administrar, isso ele fara assim que assumir o cargo, e só ele pode ou não ser um bom prefeito ira depender apenas dele e das escolhas que ele fizer, e lembre-se prefeito eleito não e cargo e apenas uma titulação, ela passa a ser prefeito apenas dia 1º de janeiro de 2013, fale a verdade sobre as noticias seja imparcial e de os créditos a quem e de direito.

 

 

 

Nota do blog:  Realmente, os convênios da macrodrenagem estão assinados.Mas tem alguns problemas: o principal deles é que o atual prefeito Maurino Magalhães fez a licitação     errada. Ao invés de licitar o trecho dos R$ 47 milhões que tem disponível para a obra, ele licitou o total previsto, mais de R$ 100 milhões. O TCU detectou problema e pediu informações à Caixa Econômica  e para o Ministério das Cidades.

Pensou-se em cancelar  a obra.

No  levantamento que foi feito  existiam poucas desapropriações na área que vai receber a macrodrenagem.

Agora começaram a aparecer propriedades “tituladas”pela SDU, nos últimos meses.

A empresa que ganhou a licitação da obra, a CCB, reclama de dificuldades de execução técnica por parte da equipe do atual prefeito.

São esses os problemas que poderiam  levar o município de Marabá  a perder o investimento.

Foi isso o que o prefeito eleito João Salame andou  fazendo em Brasília: reuniu-se  com representantes da empresa vencedora da licitação (CCB), do Ministério e da Caixa Econômica, para salvar o projeto.

Salame ainda irá, também,  ao Ministro-Presidente do Tribunal de Contas da União, Benjamin Zimler,a quem o deputado estadual e prefeito eleito, concedeu título  de Cidadão Paraense, para que o órgão acolha a resposta técnica que está sendo elaborada em conjunto pela Caixa Econômica e o Ministério.

João Salame está na batalha para que Marabá não perca o importante investimento.

 

Post de 

10 Comentários

  1. Gláucia

    19 de novembro de 2012 - 09:39 - 9:39
    Reply

    Essa é uma briga que queríamos em Parauapebas. Aqui o prefeito eleito já mete os pés pelas mão e nomeia o irmão de um traficante para chefiar equipe de transição. O irmão de Aldo Aníbal é cotado para Secretário de Administração ou Chefe de Gabinete de Valmir da Integral.
    ________________

    http://www.pmdf.df.gov.br/?pag=noticia&txtCodigo=1320

    (Traficantes do DF e Entorno são detidos – Dez pessoas foram presas e um laboratório foi desativado. Dez traficantes foram presos ontem pela Coordenação de Repressão às Drogas da Polícia Civil do Distrito Federal (Cord/PCDF), que para cumprir 16 mandados de busca e apreensão no DF e Entorno, contou com a parceria do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e das Divisões de Operações Especiais e Aéreas (DOE e DOA) além da Polícia Rodoviária Federal e cães farejadores da Polícia Militar (PMDF). A ação aconteceu às 6h simultaneamente em diversos locais, em Sobradinho, Planaltina, Lago Oeste e Formosa. (…) A polícia também encontrou um laboratório artesanal de produção de merla com vários utensílios, entre eles, barrilha (produto utilizado para limpeza de piscinas e na preparação da droga), prensa e duas mil latas vazias para acondicionamento da droga. O laboratório ficava em uma chácara no Lago Oeste, o proprietário do local, Aldo Aníbal Lopes é advogado e foi um dos traficantes presos (…)
    ____________________________________________

    (http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL756046-5598,00.html)

    (A Coordenação de Repressão às Drogas cumpriu 16 mandados de busca e apreensão na terça-feira (9). Entre 6h e 11h, nove homens e uma mulher foram presos em Planaltina, Lago Sul, Lago Oeste, Formosa e Planaltina de Goiás, cidades próximas a Brasília. Todos eles faziam parte de um mesmo esquema de tráfico de drogas que abastecia o mercado dessas cidades.
    Os traficantes tinham R$ 9 mil em dinheiro, além de maconha, merla [subproduto da cocaína] e haxixe [subproduto da maconha]. Na casa de um dos suspeitos, em Planaltina, a polícia apreendeu sementes de skank [um tipo de maconha mais potente].
    Na casa de um advogado, no Lago Oeste, foi desmontado um laboratório artesanal, com prensa, balanças e barrilha e produto para limpar piscinas usado na fabricação da merla. A cidade é a mesma onde um professor foi morto em junho, por combater o tráfico de drogas.)
    ______________________

  2. anonimo

    17 de novembro de 2012 - 20:55 - 20:55
    Reply

    Sugiro ao MP que ao inves de se preocupar com a governo ja morimbundo do Maurino se preocupe com algo melhor que e a jogatina desenfreada de bingo proibido por lei .A jogatina travestida de titulo de capitalização (titulo de capitalização e resgatavel) com beneficios para o meio ambiente praticada pelo CARAJAS DA SORTE com beneplacitos da TV RBA nada mais e que CONTRAVENÇÂO que deve estar molhando a mão de autoridades para funcionar a despeito da lei de contravenções penais e precisa ser investigado.

  3. Imparcial

    17 de novembro de 2012 - 20:40 - 20:40
    Reply

    Marabá é uma das cidades mais ricas do mundo, não é de agora e nem para para principiantes. Sabendo administrar e defender suas riquezas minerais, vegetais, serviços, indústria e comécio não precisa, sequer, dos repasses da União. É um absurdo, uma vergonha, uma imoralidade o que muitos acham e consideram que o município teve uma Gestão Pública. BASTA!

  4. Marabá

    17 de novembro de 2012 - 16:49 - 16:49
    Reply

    É também vergonhoso o MP e a justiça, pois estes vem deixando os corruptos a vontade e não fazem nada. É por isso, que muitos municípios brasileiros vão a falência, agora, depois de deixar Marabá na falência, o prefeito vem falar que a culpa é da crise mundial, outros dizem que é pela redução do IPI, gente isto é papo furado, a receita do município tem aumentado todo ano, o problema é que inchou a folha de pagamento, antes girava em torno de 10 milhões ao mês e, hoje, é de 21 milhões, além da corrupção, assim não existe receita que sustenta a máquina administrativa.

  5. Anonimo

    17 de novembro de 2012 - 14:07 - 14:07
    Reply

    Tres coisas que não deveriam ter acontecido.
    1) Popularização da telefonia celular.
    2) Popularização de motocicletas
    3) Popularização da internet.
    As tres coisas causam muitos desastres.

  6. Anonimo

    17 de novembro de 2012 - 13:58 - 13:58
    Reply

    Paulo Bocão de 09 me explica se e MAU ou MAL.

  7. Marabaense

    16 de novembro de 2012 - 21:41 - 21:41
    Reply

    Faltou vergonha ao governo Maurino em deixar 90 % dos municipios a mingua total, deixar o SAMU de São Luiz entrar em greve,deixar os medicos anestesistas de Ananindeua entrarem em greve por falta de pagamento,deixar a violencia descambar em Florianopolis.
    Mas Vergonha mesmo foi e esta sendo a perseguição desenfreada promovida pelo MP de Maraba que desde o inicio do governo do mesmo so se preocupou em perseguir para que o prefeito não conseguisse governar.
    Ora bolas o MP deveria procurar outra coisa para fazer. e olha que poderiam ter feito muita coisa positiva para fazer e desafio alguem a mostrar alguma coisa de positivo que o MP tenha feito para Maraba.

  8. Miranda

    16 de novembro de 2012 - 19:16 - 19:16
    Reply

    Ta faltando dinheiro para pagar salários e para a saúde, mas para a igreja que o prefeito pertence não falta dinheiro não.
    Maurino vai ficar conhecido como prefeito de uma igreja só.
    Isso é lamentável!!!

  9. PAULÃO BOCA DE 09

    16 de novembro de 2012 - 15:02 - 15:02
    Reply

    NA VERDADE MAU MAU DEVERIA TER APROVEITADO A SUSPENSÃO DE MANDATO ANTERIORMENTE OCORRIDA , SE PASSAR POR INJUSTIÇADO E TER SAÍDO FORA, POIS A BADERNA DESGOVERNO E POUCA VERGONHA SÓ AUMENTAM ENQUANTO MAU MAU ESTIVER NO CARGO. DE DESGOVERNO.

  10. Marabá

    16 de novembro de 2012 - 11:40 - 11:40
    Reply

    Eu acho que faltou vergonha ao governo do Maurino, pois perder recursos na ordem de milhões em que irá beneficiar milhares de pessoas por pura incompetência, isto sim é vergonhoso. Além do mais, atrasar salários de funcionários por mais de 15 dias, por falta de gestão de receitas e despesas, por deixar no seu governo pessoas corruptas e não fazer nada, isto sim é dizer incompetente e vergonhoso.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *