Lúcio Flávio: justiça estadual apoiou a grilagem no Pará

Publicado em 5 de abril de 2013

 

Semana  que vem, jornalista Lúcio Flávio Pinto lança edição especial do Jornal Pessoal denunciando o apoio da justiça estadual á grilagem.

Sobre o dossiê, LFP mandou pequeno texto explicando como será a edição especial do informativo:

 

Espero colocar nas ruas, nesta quarta-feira, 10, o 6º dossiê do Jornal Pessoal. Com 60 páginas, R$ 10, tem por título “O Pará parou (quem defende o Pará?). Essa edição especial parte de um caso concreto, o meu. Mas tenta mostrar que há um interesse muito maior por parte daqueles que tentam impedir que eu continue a exercer o jornalismo que pratico. Não querem que as informações que veiculo se tornem acessíveis. Sem essas informações, a sociedade fica desinformada e ainda mais à mercê daqueles que tomam as decisões de interesse coletivo, voltados para a satisfação de pessoas, grupos ou empresas, não do povo.

Além de denunciar o papel nocivo desempenhado pela justiça nessa história, exemplifico situações em que, mais bem informado, talvez o povo paraense tivesse conseguido impedir que se consumassem atos lesivos aos seus direitos, que lhe estão a causar perdas contabilizáveis em dezenas e dezenas de bilhões de reais. Lesão que responde pela triste situação do Estado, privado dos recursos que lhe possibilitariam, se bem utilizados, sair da condição de inferioridade em que se encontra, no velho modelo colonial.

Espero que o objetivo desta publicação seja alcançado: protestar contra a ignomínia que me foi imposta pelo poder judiciário do Pará, de pagar R$ 25 mil de indenização ao maior grileiro do mundo, o empresário Cecílio do Rego Almeida, justamente quando a grilagem fica comprovada no âmbito de outra instância judicial, a federal. Do protesto, este dossiê passa a uma atitude mais geral: a de servir a uma melhor história para o Estado e a Amazônia.

Nota do blog: neste sábado, postaremos entrevista de Lúcio Flávio Pinto sobre a  luta para criação do Estado de Carajás, publicada originalmente no blog Nota de Rodapé.