Linha cruzada

Publicado em 23 de abril de 2007

Arriscado demais falar em celulares e telefones fixos de Marabá, Tucuruí, Parauapebas e Redenção. Agentes especializados da Polícia Federal de outros estados monitoram o disse me disse de empresários, políticos e funcionários públicos de diversas alçadas suspeitos de envolvimento em atos criminosos. Pior é que no meio das gravações deve ter vozes de gente nada a ver com os fatos determinados – inclusive certos jornalistas amantes do falar demais.