Leitos perfeitos, seus peitos direitos

Publicado em 25 de novembro de 2006

Sugerindo sensualidade na curvatura de seios instigantes do alguém feminino, remexendo no interior do contexto sonoro e semântico, efeitos expressionistas na sonoridade que pulula na construção da letra. Quero saudar o sábado – porque amanhã é domingo, postando essa jóia rara de Caetano:

Rapte-me, camaleoa,
Adapte-me a uma cama boa,
Capte-me uma mensagem à toa
De um quasar pulsando loa,
Interestelar canoa,
Leitos perfeitos, seus peitos direitos
Me olham assim,
Fino menino, me inclino pro lado do sim,
Rapte-me, adapte-me, capte-me, ‘it’s up to me’, coração,
Sem querer ser, merecer ser um camaleão.
Rapte-me, camaleoa, adapte-me ao seu ‘ne me quitte pas’.