Hiroshi Bogéa On line

Latrina pública

O resultado do desfile das escolas de samba de Parauapebas teve uma grande vítima: o diretor da TV Bandeirantes local, Cláudio Feitosa, marqueteiro do prefeito Darci Lermen.
Os dirigentes de agremiações sustentam a existência de “cartas marcadas” na escolha dos jurados, culpando o publicitário de estar por trás de transações tenebrosas.
Em entrevista à imprensa local, eis o que declarou o vereador Agnaldo Ávila, esposo da presidente da Escola de Samba Unidos da Latinha, Elvina Santis:
– Ele (Cláudio Feitosa) ficou insinuando durante toda a terça-feira (de Carnaval) na Bandeirantes, que é uma TV pública, que a escola de samba da Latinha trouxe integrantes de Marabá. Eu acho que o senhor Cláudio Feitosa tinha que pegar as malas dele, porque ele está aqui que nem cachorro que caiu de mudança. Ele trouxe a esposa dele da Alemanha para fazer projetos aqui no Brasil, cometendo crime.
Sinceramente, não precisava chegar a tanto, caríssimo vereador!
Post de 

9 Comentários

  1. Anonymous

    15 de fevereiro de 2008 - 19:37 - 19:37
    Reply

    Pior é o que o chefe dele, o prefeito DARCI LERMEN-PT, faz com o dinheiro do povo de Parauapebas. Não dá nada!!!

    Com TCM, MPE, Câmara de Vereadores que se tem no Pa´rá e em Parauapebas vc acha que vai dar alguma coisa!????

  2. Anonymous

    15 de fevereiro de 2008 - 16:01 - 16:01
    Reply

    É amigo parece que vc não conhece a verdadeira história da saída do Sr. Cláudio Feitosa do Opinião, Mais quem sabe um dia o própio Salame a coloque em público, mais o que está sendo discutida neste momento é o que esse senhor vem fazendo a frente de uma tv pública, é só esperar e ver no que isso vai dar.

  3. Anonymous

    15 de fevereiro de 2008 - 15:38 - 15:38
    Reply

    Bem feito p/ o Cláudio, um profissional como ele foi se meter com essa gentalha do PT deu nisso!!! Qto as pessoas de Marabá irem p/ Parauapebas a convite de Ávila é uma verdade, posso até citar nomes q foram pagos p/ sair na escola como foi o caso da Cia de Dança Yaguara, Vanda, Zé Gerônimo, etc, etc,

  4. Anonymous

    14 de fevereiro de 2008 - 22:12 - 22:12
    Reply

    Inteligente assino embaixo. Competente também, mas honesto, aí pago pra ver! Ou melhor, não pago nada e não vejo nada!

  5. Hiroshi Bogéa

    14 de fevereiro de 2008 - 19:46 - 19:46
    Reply

    4:36 PM, desconheço totalmente a vida que o Cláudio leva em Parauapebas. Mas me permito defendê-lo – como defenderia a qualquer um outro, em nome da verdade -, nessa questão da saída dele do jornal Opinião, quebrando um vínculo socitário que tinha com o jornalista João Salame. Não teve absolutamente nada envolvendo-o em atos morais desabonadores. Simplesmente ele e Salame brigaram, inclusive com publicação de notas públicas no próprio jornal.
    Até provem em contrário, tenho O Feitosa como uma excelente pessoa, inteligente e honesto.

  6. Anonymous

    14 de fevereiro de 2008 - 19:36 - 19:36
    Reply

    Caro Hiroshi,
    você deve conhecer Cláudio Feitosa ele era antigo sócio do deputado João Salame e todos em Marabá sabe porque ele saiu do opinião é só perguntar para o Salame, Em Parauapebas controla uma TV publica como se fosse privada, com comerciais vendidos a peso de ouro ou apoio político já que este rapaz é presidente do PPS na cidade com apoio do Salame que fez as pazes com ele. Pergute na cidade o salário de Feitosa e o padrão de vida do mesmo?
    Guarde esse nome caro Hiroshi e vc ainda o verá nas páginas policiais dos jornais.

  7. Anonymous

    14 de fevereiro de 2008 - 19:20 - 19:20
    Reply

    Só mesmo quem não conhece o Claudio Feitosa para acreditar nesse absurdo. Isso é bem típico de quem não sabe perder.

  8. Anonymous

    14 de fevereiro de 2008 - 19:17 - 19:17
    Reply

    PRECISAVA SIM!!!

  9. Anonymous

    14 de fevereiro de 2008 - 18:50 - 18:50
    Reply

    Taí a utilidade atual da Câmara de Vereadores de Parauapebas. Será que um dia ele debaterão algo em torno do que realmente importa ao município.

    Será que um dia a Sra. Santis e o Sr.Ávila farão Concurso Público para se legitimarem no Cartório Local.

    Nos confortaria sabermos que o registro público de nossa municipalidade é tratado com o mesmo zelo, pelos seus notários, que demonstram em matéria carnavalesca.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *