Hiroshi Bogéa On line
Post de 

4 Comentários

  1. Francisco Pereira

    1 de julho de 2010 - 15:55 - 15:55
    Reply

    Passar fome os professores não vão passar, talvez assim os nobres educadores deixe de ser massa de manobra de lideres que só que levantar a bandeira da ideologica esquerdista, sem se Preocupar a classe eles representa, sou de pensamento esquerdista mais tenho coerência com certos pontos.há antes que eu venha me esquecer não caia nesse negócio de interditar a ponte sobre rio Itacaiunas na manhão do dia 1º que é fria viu.

  2. Anonymous

    1 de julho de 2010 - 00:52 - 0:52
    Reply

    Que tal fazermos uma campanha pra arrecadarmos cestas básicas para os professores que não tem como sustentar os filhos?
    Crianças que passarão fome, deixemos bem claro!

  3. Hiroshi Bogéa

    30 de junho de 2010 - 23:45 - 23:45
    Reply

    20:33, estou distante de Marabá há oito dias, tomando conhecimento dos fatos apenas pela Internet. Amanhã vou procurar me inteirar mais desse fato. Agradeço a informação.

  4. Anonymous

    30 de junho de 2010 - 23:33 - 23:33
    Reply

    Hiroshi, vc.tá sabendo do que aconteceu com os professores que estavam em greve?
    Tiveram os salarios cortados quase que integralmente.
    Isso é legal?
    As negociações foram o suficiente para que decisão tão drástica fosse tomada?
    Sabe que haverá milhares de famílias passando fome por conta dessa atitude municipal?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *